Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da modulação da sinalização da leptina em neurônios AgRP/NPYARC sobre o controle da atividade do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal em camundongos jejuados

Processo: 18/23362-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Rodrigo César Rorato
Beneficiário:Cristiane Gugelmin Rosa
Instituição-sede: Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Campus Ribeirão Preto. Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/17968-6 - Circuitaria e fenótipos neuronais hipotalâmicos envolvidos no acoplamento da atividade do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal às alterações da homeostase energética, AP.JP
Assunto(s):Neuroendocrinologia   Sistema hipotálamo-hipofisário   Jejum   Leptina   Receptores para leptina   Neurônios   Modelos animais

Resumo

Alguns grupos de pesquisa sugerem que a hiperativação do eixo Hipotálamo-Hipófise-Adrenal (HHA) parece contribuir para o estabelecimento de patologias que tem tido sua incidência aumentada em decorrência do estresse da vida moderna, como obesidade e Síndrome Metabólica. As ações adipogênicas mediadas pelo produto final do eixo HHA, os glicocorticoides, corroboram esta teoria. De modo interessante, parece existir um acoplamento entre a atividade deste eixo e os estoques periféricos de energia, determinados pelo hormônio leptina. Os receptores de leptina (LepR) são expressos abundantemente em neurônios do ARC, os quais projetam-se densamente para os neurônios CRF do PVN (CRFPVN); o principal modulador da atividade do eixo HHA. Assim, considerando as informações acima e o fato do fenótipo neuronal e da neurocircuitaria envolvida no acoplamento da atividade do eixo HHA aos estoques periféricos de energia serem desconhecidos, o presente estudo pretende: 1) Determinar a necessidade e a suficiência da sinalização da leptina nos neurônios AgRP/NPY (AgRP/NPYARC) para a normalização das concentrações plasmáticas de corticosterona em animais jejuados por meio de deleção gênica seletiva utilizando o sistema Cre-LoxP e 2) Investigar se a modulação seletiva e específica da atividade deste grupamento neuronal, pelo uso da tecnologia do DREADD (Designed Receptors Exclusively Activated by Designed Drugs), pode normalizar as concentrações plasmáticas de corticosterona em animais jejuados. Nosso estudo possibilitará a identificação dos subtipos neuronais e do neurocircuito envolvido na regulação da atividade do eixo adrenal durante o estresse nutricional e poderá contribuir para a identificação de novos e específicos alvos terapêuticos importantes para o tratamento de distúrbios metabólicos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.