Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vitro da rugosidade e da alteração de cor em esmalte bovino submetido à escovação com diferentes dentifrícios clareadores e dessensibilizantes

Processo: 18/07284-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Taís Scaramucci Forlin
Beneficiário:Sara Laís Pereira da Paz
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hipersensibilidade   Dentifrícios   Cor   Dentística   Rugosidade   Clareamento

Resumo

O presente estudo irá avaliar a rugosidade de superfície do esmalte dental e de placas deacrílico, além da alteração de cor do esmalte, após a escovação com diferentes dentifrícioscomerciais clareadores e dessensibilizantes ou somente clareadores, em comparação comprodutos similares sem agentes clareadores, quando estes estiverem disponíveis. Serãoutilizados 100 fragmentos de esmalte (6mm × 6mm × 2mm), obtidos de coroas de incisivosbovinos e 100 placas de acrílico (115mm × 25mm × 3 mm). Os espécimes de esmalte serão analisados quanto à sua rugosidade superficial média inicial (Ra0), por meio de perfilometriaótica, e será realizada a tomada de cor inicial, por meio de espectrofotometria. Todosespécimes serão distribuídos aleatoriamente em 10 grupos experimentais (n=10), de acordocom o dentifrício utilizado: 1. Controle negativo; 2. Sensodyne Repair & Protect - Regular; 3. Sensodyne Repair & Protect - Branqueador; 4. Colgate Sensitive Pró-Alívio - Regular; 5. Colgate Sensitive Pró-Alívio - Branqueador; 6. Colgate Total 12 - Regular; 7. Colgate Total 12 - Branqueador; 8. Sensodyne True White; 9. Curaprox Black is White; 10. Oral-B 3D white perfection. Os espécimes serão submetidos a um ciclo de abrasão (30.000 ciclos de escovação), em uma máquina de escovação (Máquina de Escovação - BIOPDI - São Carlos -São Paulo - Brasil) com escovas macias e uma suspensão de creme dental (de acordo com ogrupo experimental) com saliva artificial, para as amostras de esmalte, e com água, para osacrílicos. Após a escovação, os espécimes serão lavados em cuba ultrassônica para remoçãodas partículas do dentifrício utilizado. Em seguida, as amostras de esmalte serão armazenadas em saliva artificial, a 37ºC por 24h. Por fim, os espécimes de esmalte serão novamente analisados quanto à rugosidade superficial média (Ra) e à alteração de cor (”E). Os dados obtidos serão estatisticamente analisados, considerando um nível de significância de 5%.