Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da memória de trabalho na depressão em idosos após o uso da estimulação magnética transcraniana repetitiva pelo o método theta-burst: ensaio clínico, randomizado, duplo-cego

Processo: 18/13353-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Leandro da Costa Lane Valiengo
Beneficiário:Bianca Silva Pinto
Instituição-sede: Instituto de Psiquiatria Doutor Antonio Carlos Pacheco e Silva (IPq). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Psicologia cognitiva   Memória de curto prazo   Depressão   Transtorno depressivo maior   Idosos   Estimulação magnética transcraniana   Psicopatologia   Neuromodulação

Resumo

O Transtorno Depressivo Maior (TDM) é uma psicopatologia que afeta a iniciativa do paciente causando sofrimento clinicamente significativo, ou prejuízo no funcionamento social. O TDM é uma condição que atinge cerca de 15% da população adulta, e é recorrente em cerca de 80% dos casos em pessoas idosas do que na população em geral. Os pacientes idosos com TDM apresentam déficits cognitivos em vários domínios, tais como: velocidade psicomotora, funções executivas, memória e atenção. Os déficits de memória de trabalho (MT) na depressão em idosos limitam a capacidade funcional do idoso prejudicando o raciocínio e decisões imediatas e psicomotoras, aumentando a incapacidade já provocada pela TDM. Entende-se que a MT apresenta um declínio esperado durante o envelhecimento. Entretanto, estudos realizados sobre depressão em idosos indicaram prejuízo maior da MT nesse grupo em relação aos idosos saudáveis. Técnicas de neuromodulação não invasivas, como estimulação magnética transcraniana (EMT) tem sido utilizada no tratamento do TDM, e uma nova técnica dentro da EMT, theta burst stimulation (TBS) tem mostrado resultados satisfatórios para o tratamento dele. O uso dessa técnica não interfere de forma negativa na função cognitiva dos pacientes podendo até melhorá-la em alguns aspectos, principalmente a MT. O objetivo deste estudo é verificar a MT antes e depois da aplicação da TBS no tratamento do transtorno depressivo maior em idosos.