Busca avançada
Ano de início
Entree

Percepção e levantamento do consumo intencional e não intencional de edulcorantes

Processo: 18/18563-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Tecnologia de Alimentos
Pesquisador responsável:Alline Artigiani Lima Tribst
Beneficiário:André Felipe Soares
Instituição Sede: Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação (NEPA). Reitoria. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Açúcares   Edulcorante   Aditivos   Consumo de alimentos   Comportamento do consumidor
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:açúcar | Consumo de substâncias doces | Consumo intencional e não intencional de edulcorantes | Edulcorantes | Percepção de consumidores | Aditivos

Resumo

O consumo de açúcares apresenta alta relação com o crescente aumento de doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes e doenças cardiovasculares, que representam 60% de todas as mortes no mundo. Por isso, a Organização Mundial de Saúde vem fortemente recomendando a redução da ingestão deste nutriente. Uma das estratégias para alcançar tal meta é a substituição parcial ou total dos açúcares adicionados nos alimentos (caseiros ou industrializados) por edulcorantes não nutritivos, de forma a manter nos produtos o dulçor desejado pelos consumidores. Esta estratégia está sendo amplamente utilizada, sendo que dados dos EUA mostram aumento de consumo de até 200% de edulcorantes na última década. Entretanto, resultados obtidos por pesquisas recentes fazem um alerta com relação ao consumo exacerbado destas substâncias, que pode levar a um quadro psicobiológico ambíguo com aumento de apetite levando ao maior consumo calórico e a outros distúrbios alimentares e de saúde. Considerando este cenário, é preciso entender: (I) como os brasileiros percebem diferentes edulcorantes e entendem as frases utilizadas para descrição dos produtos com edulcorantes disponíveis no mercado, (II) quais classes de produtos são consumidos com substituição total e parcial de açúcares. Os resultados obtidos nesta pesquisa servirão para mapear o consumo e a percepção de edulcorantes por brasileiros, podendo ser utilizados para embasar ações governamentais que direcionam o consumo de alimentos e ações das indústrias para obtenção de produtos mais saudáveis.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOARES, ANDRE F.; HONORIO, ALICE R.; DE LIMA, DIANA C. NUNES; TRIBST, ALLINE A. L.. Sweet processed foods in Brazil: use of sugar and sweeteners, inclusion of sugar claims and impact on nutritional profile. INTERNATIONAL JOURNAL OF FOOD SCIENCE AND TECHNOLOGY, . (18/18563-5, 18/18915-9)
HONORIO, ALICE RAISSA; SOARES, ANDRE FELIPE; DE LIMA, DIANA CLARA NUNES; TRIBST, ALLINE ARTIGIANI LIMA. Passion fruit nectar sweetened with stevia and sucralose: Is perception affected by the regular consumption of sweeteners or diabetes?. INTERNATIONAL JOURNAL OF GASTRONOMY AND FOOD SCIENCE, v. 25, . (18/18915-9, 18/18563-5)
SOARES, ANDRE F.; HONORIO, ALICE R.; DE LIMA, DIANA C. NUNES; TRIBST, ALLINE A. L.. Sweet processed foods in Brazil: use of sugar and sweeteners, inclusion of sugar claims and impact on nutritional profile. INTERNATIONAL JOURNAL OF FOOD SCIENCE AND TECHNOLOGY, v. 56, n. 9, SI, p. 4428-4433, . (18/18915-9, 18/18563-5)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.