Busca avançada
Ano de início
Entree

Da análise à ação ergonômica em frigoríficos: concepção participativa de rodízio no setor do abate

Processo: 18/24489-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Iracimara de Anchieta Messias
Beneficiário:Nataly Tanno
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/05299-5 - Da análise à ação ergonômica em frigoríficos: concepção participativa de rodízio no setor do abate, AP.R
Assunto(s):Abatedouros   Frigoríficos   Condições de trabalho   Segurança do trabalho   Saúde do trabalhador   Ergonomia no trabalho   Presidente Prudente (SP)

Resumo

O estado de São Paulo é o maior exportador de carne bovina no Brasil, sendo o terceiro colocado em número de abates. Essa expansão leva a importantes questões de vários aspectos, principalmente relacionado às condições de trabalho, o que cooperou para a publicação da Norma Regulamentadora 36, que trata sobre Segurança e Saúde no Trabalho em Empresas de Abate e Processamento de Carnes e Derivados. Objetivo: Este projeto propõe analisar e construir, dentro da perspectiva ergonômica, diferentes cenários para implantação de rodízios no setor de abate em frigorífico, seguindo orientação da Norma Regulamentadora 36. Metodologia: A pesquisa será realizada no setor de abate de um frigorífico localizado na cidade de Presidente Prudente/SP. Ela utilizará os conhecimentos da pesquisa-ação e será desenvolvida nas seguintes fases: Fase 1) Análise da demanda; 2) Diagnóstico e Análise da Atividade do Abate; Fase 3) Coconstrução do sistema de rodízio; Fase 4) Treinamento e Fase 5) Avaliação das transformações. Resultados esperados: Na região em que se desenvolverá o estudo, é grande a população dessa classe trabalhadora, porém estudos científicos com tal população são escassos. Os conhecimentos obtidos serão importantes devido ao fato da cidade de Presidente Prudente ser sede da 10a Região Administrativa do estado de São Paulo, composta por 53 municípios e uma população de aproximadamente 820 mil habitantes. Será possível avaliar se a implantação de rodízios em processos de trabalho especializados será suficiente para a diminuição de absenteísmo e queixas físicas no setor.