Busca avançada
Ano de início
Entree

Contribuição de variáveis ambientais e espaciais para a diversidade genética de Avicennia germinans e A. schaueriana

Processo: 18/18431-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia
Pesquisador responsável:Anete Pereira de Souza
Beneficiário:Michele Fernandes da Silva
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Conservação dos recursos naturais   Mudança climática   Ecossistemas de mangue   Manguezais   Avicennia

Resumo

Com as alterações ambientais provocadas pelas mudanças climáticas previstas para este século, os organismos precisarão ajustar sua distribuição ou se adaptar às novas condições para sobreviver. Um dos ecossistemas mais ameaçados pelas rápidas mudanças climáticas globais, o Manguezal, é dominado por plantas singulares, distribuído em regiões costeiras de latitudes tropicais e subtropicais do globo e possui grande importância socioeconômica e ecológica. Apesar disso, nas últimas décadas, esse ecossistema foi muito afetado pela intensa urbanização e industrialização das zonas costeiras, ameaçando seu futuro. Nesse cenário, a identificação dos fatores abióticos que são determinantes na distribuição da diversidade das árvores de mangue pode fornecer importantes informações para planos de conservação e para a previsão de possíveis consequências das alterações no clima para as espécies que dominam esse ecossistema. O projeto proposto tem o objetivo de identificar a contribuição relativa de variáveis ambientais e espaciais sobre a estrutura da diversidade genética neutra e não neutra de duas espécies de mangue do gênero Avicennia ao longo da costa do continente sul americano. Utilizaremos dados de polimorfismo de base única (SNP) distribuído por todo o genoma de indivíduos amostrados ao longo da sua distribuição e dados climáticos e oceanográficos disponíveis em banco de dados públicos em uma abordagem de Genômica da Paisagem. Através dos resultados, esperamos gerar informações que possam contribuir para a predição de respostas das espécies frente às mudanças climáticas e para a definição de estratégias de manejo, conservação e de recuperação de manguezais degradados. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.