Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas abordagens em metabolômica: cartografia molecular 3D de ascídias baseado em dados de LC-MS/MS

Processo: 18/24865-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Leticia Veras Costa Lotufo
Beneficiário:Anelize Bauermeister
Supervisor no Exterior: Pieter C Dorrestein
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of California, San Diego (UC San Diego), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/17648-4 - Abordagem integrada na prospecção sustentável de produtos naturais marinhos: da diversidade a substâncias anticâncer, BP.PD
Assunto(s):Espectrometria de massas   Metabolômica   Produtos naturais marinhos

Resumo

Ascídias (Tunicata), ou esguicho marinho, são invertebrados marinhos bentônicos amplamente investigados como uma fonte de novas estruturas químicas com potencial farmacológico. Mais de 1000 moléculas foram descritas de ascídias até o momento. No entanto, a produção da maioria desses metabólitos foi posteriormente atribuída a bactérias associadas, que vivem uma associação sintrópica com o tunicado. Essa relação entre bactérias associadas e seu hospedeiro ainda é um universo muito pouco compreendido, e esforços na investigação dessa interação devem ser encorajados. Há muitos trabalhos publicados em periódicos de alto impacto investigando a microbiota associada a ascídias, entretanto, a maioria deles coleta o animal e o processa inteiramente, usando essa mistura como fonte de micro-organismos e metabólitos. Não obstante, as ascídias são organismos com sistemas organizados, incluindo gânglio, estômago, intestino, coração, uma túnica que cobre o corpo, entre outros. Considerando isso, surgem algumas questões: (i) como a interação de ascídias e sua microbiota influencia o metabolismo secundário? (ii) como a microbiota está distribuída através do corpo de ascídias? Para obter algumas informações a respeito dessas questões, nós gostaríamos de investigar o perfil metabólico e microbiano de diferentes órgãos e tecidos do corpo das ascídias, empregando abordagens metabolômicas baseadas na espectrometria de massa. Acreditamos que as investigações que abrangem diferentes aspectos deste campo de pesquisa são de extrema importância para a ciência. A espectrometria de massa (MS) é uma técnica versátil e muito sensível que, quando acoplada à cromatografia, permite a análise e a detecção de metabólitos em amostras complexas, mesmo em baixa concentração, características muito importantes para a pesquisa de amostras biológicas. Os dados do MS serão analisados pela Rede Molecular (GNPS), uma ferramenta molecular online, capaz de agrupar os compostos de todo o conjunto de dados por similaridade estrutural, além de auxiliar na identificação de compostos conhecidos na amostra. Além disso, neste trabalho, nós estamos propondo o uso desses dados de MS para construir um modelo 3D volumétrico para melhor visualizar a distribuição de metabólitos no corpo de ascídias. Tal abordagem, recentemente desenvolvida pelo grupo de Pieter Dorrestein (dados não publicados, em processo de revisão na Nature), permite a visualização da distribuição molecular através do corpo de um organismo, considerando separadamente cada parte, estabelecendo uma base para estudos de metabolismo e interação microbiana-hospedeiro-ambiente.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SAHM, BIANCA DEL B.; PERES, JADE; REZENDE-TEIXEIRA, PAULA; SANTOS, EVELYNE A.; BRANCO, PAOLA C.; BAUERMEISTER, ANELIZE; KIMANI, SERAH; MOREIRA, EDUARDA A.; BISI-ALVES, RENATA; BELLIS, CLAIRE; MLAZA, MIHLALI; JIMENEZ, PAULA C.; LOPES, NORBERTO P.; MACHADO-SANTELLI, GLAUCIA M.; PRINCE, SHARON; COSTA-LOTUFO, V, LETICIA. Targeting the Oncogenic TBX2 Transcription Factor With Chromomycins. FRONTIERS IN CHEMISTRY, v. 8, MAR 3 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.