Busca avançada
Ano de início
Entree

Sírios em situação de refúgio em Toronto e São Paulo: uma perspectiva comparada

Processo: 18/20996-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 16 de março de 2019
Vigência (Término): 15 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia
Pesquisador responsável:Oswaldo Mario Serra Truzzi
Beneficiário:Fabio Martinez Serrano Pucci
Supervisor no Exterior: M Jennifer Hyndman
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : York University, Canadá  
Vinculado à bolsa:16/19485-2 - A integração dos refugiados sírios em São Paulo, BP.DR
Assunto(s):Políticas públicas   Preconceito   Instituições religiosas   Sírios

Resumo

Este projeto tem como objetivo analisar a incorporação de refugiados sírios em São Paulo e Toronto, sob uma perspectiva comparada. Fundamenta-se a comparação em três dimensões: políticas governamentais, sociedade receptora e comunidade co-étnica. Para alcançar este objetivo, estuda-se o Programa de Patrocínio Privado de Refugiados no Canadá. A principal hipótese é que os patrocinadores canadenses ajudam os refugiados patrocinados a obterem trabalho, moradia e acesso aos serviços públicos. Dessa maneira, coloca-se a hipótese de que eles se incorporam à sociedade canadense mais rapidamente do que à brasileira. Além disso, estuda-se o papel que a comunidade co-étnica e as organizações religiosas têm em seu processo de incorporação. Também se compara como os sírios são acolhidos pela sociedade receptora e até que ponto são discriminados ou não. Defende-se a hipótese de que os sírios cristãos se incorporam mais rapidamente do que os muçulmanos, pois sofrem menos preconceito e contam com o apoio de uma histórica comunidade síria. Finalmente, um dos objetivos desta pesquisa é estudar as diferenças entre o auto-emprego de sírios nas duas cidades. São usados tanto métodos quantitativos quanto qualitativos. A estatística será relevante para traçar o perfil destes refugiados. Entretanto, o foco está no método qualitativo, que consiste em entrevistas com os sírios em situação de refúgio, profissionais que trabalham com eles, membros da comunidade sírio-libanesa e com "experts" no assunto. Comparam-se sírios com diferentes características (religião, sexo, estado civil, escolaridade, tempo de permanência no país e ocupação) para compreender até que ponto estas variáveis influenciam suas trajetórias de incorporação.