Busca avançada
Ano de início
Entree

Foucault e a psicanálise: ressonâncias de a hermenêutica do sujeito

Processo: 18/23222-2
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 17 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 16 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Pesquisador responsável:Danilo Saretta Verissimo
Beneficiário:Samuel Iauany Martins Silva
Supervisor no Exterior: Thamy Claude Ayouch
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Paris Diderot - Paris 7, França  
Vinculado à bolsa:17/22169-8 - Curvar a força: a conversão a si (se convertere ad se) no prisma ético-estético do pensamento de Michel Foucault, BP.MS
Assunto(s):Michel Foucault   Subjetividade   Psicanálise

Resumo

Esta pesquisa, de natureza teórico-conceitual, é dedicada à teoria do Si mesmo tal como abordada por Michel Foucault em seus trabalhos tardios. Em suas aulas do início da década de 1980 proferidas no Collège de France, o processo de subjetivação, concepção cara à psicologia atual, é pensado a partir da genealogia das técnicas éticas ocidentais, resgatadas desde a antiguidade clássica. O curso intitulado A Hermenêutica do Sujeito, ministrado em 1982, configura a esfera específica desta pesquisa. Nele podemos perceber Foucault alinhavar uma dimensão da subjetividade insubordinada aos conceitos de Saber e de Poder. Nosso objetivo do projeto principal consiste em analisar as especificidades do uso nocional que Foucault faz, no referido curso, da categoria descritiva da conversão a si, articulando-as com a estrutura conceitual própria ao prisma ético-estético de seu pensamento. Um dos nossos objetivos específicos é delinear possíveis ecos do curso de 1982 na formação de ideias e de técnicas psicológicas, especialmente nas modalidades de prática da relação eu-Outro norteadas pela ideia de verdade. A partir destes pontos teóricos este Estágio de Pesquisa no Exterior se faz pertinente. Assim, analisaremos as técnicas psicológicas a partir do diálogo que Thamy Ayouch realiza entre Foucault e a psicanálise. Algumas questões nos orientam, quais sejam: como, ao cotejar Foucault e psicanálise quanto aos modos de transformação do sujeito a partir da verdade e da relação com o outro, podemos pensar os fundamentos e as práticas da psicologia? Como podemos extrair de A Hermenêutica do Sujeito reflexões estratégicas para a psicologia? Como podemos extrair de A Hermenêutica do Sujeito dimensões de aproximação com a psicanálise? Como podemos abdicar da modernidade jurídica para pensar os processos psíquicos? Como podemos elaborar um tipo de subjetivação que prescinde da rememoração de representações recalcadas? Por fim, como podemos, a partir do trabalho de Ayouch com a psicanálise, lançar questões e vislumbrar novas dimensões dentro do livro A Hermenêutica do Sujeito?

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.