Busca avançada
Ano de início
Entree

Relações alométricas de variáveis respiratórias em Amniota: efeitos de filogenia, forma e função

Processo: 18/21117-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Pesquisador responsável:Wilfried Klein
Beneficiário:Ray Brasil Bueno de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Aves   Reptilia   Mammalia   Ventilação pulmonar   Fenômenos fisiológicos respiratórios

Resumo

Fisiologicamente os processos ventilatórios são descritos através de diversas variáveis que influenciam nas etapas de obtenção do O2 atmosférico. O volume corrente, frequência respiratória, ventilação pulmonar, e as dimensões das vias aéreas agem principalmente nos processos de movimentação da massa de ar externa até o epitélio respiratório, assim determinando a quantidade de O2 que poderá ser aproveitado pelo organismo. Trabalhos tradicionais na fisiologia comparada há muito tempo demonstraram como ocorrem os ajustes dessas variáveis frente a mudanças na massa corpórea e, para alguns grupos, descreveram padrões que mostram uma relação funcional entre essas variáveis. Baseando-se na grande diversidade de morfologias pulmonares existentes, o presente projeto busca analisar essas relações entre as variáveis respiratórias de amniotas, através de um extenso levantando de dados da literatura e complementando com dados produzidos no laboratório, procurando padrões nos ajustes de acordo com a magnitude dos organismos nos diversos grupos que compõe os Amniota, e, pela primeira vez, para os diferentes grupos de répteis. Através de métodos de análises alométricas, tanto tradicionais quando corrigidas filogeneticamente, procuramos testar os padrões já bem estabelecidos e criar novos para os grupos pouco estudados, além de comparar os resultados obtidos das regressões tradicionais com as corrigidas filogeneticamente.