Busca avançada
Ano de início
Entree

Sensores eletroquímicos baseados em eletrodos impressos modificados com nanoporos metálicos e monitorados por rede sem fio para determinação de flavonóides nos resíduos da indústria cítrica

Processo: 18/12131-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Maria Valnice Boldrin
Beneficiário:Maísa Azevedo Beluomini
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50945-4 - INCT 2014: Instituto Nacional de Tecnologias Alternativas para Detecção, Avaliação Toxicológica e Remoção de Micropoluentes e Radioativos, AP.TEM
Assunto(s):Eletroanalítica   Flavonoides

Resumo

A água residual da indústria cítrica é considerada um agente de alto poder poluente devido a sua rica composição orgânica. Por outro lado, o controle de modo rápido e eficiente destes compostos nos processos industriais é de alta relevância para a avaliação do reaproveitamento da biomassa, para fins mais econômicos, estratégicos e ambientalmente amigáveis. Neste contexto, os sensores eletroquímicos baseados em eletrodos impressos podem ser uma alternativa com respostas confiáveis, rápidas, de fácil manuseio e de baixo custo, pois permitem o desenvolvimento de métodos mais robustos, com elevado desempenho, portabilidade e superfícies livres de contaminantes. Assim, este projeto tem como objetivo desenvolver sensores eletroquímicos baseados em eletrodos impressos modificados com materiais metálicos nanoporosos para determinação dos flavonóides hesperidina, narirutina, sinensitina e naringenina. A oxidação destes analitos sobre os sensores de elevada condutividade elétrica e atividade eletrocatalítica proporcionará alta sensibilidade e seletividade na detecção desses flavonóides em resíduos da indústria cítrica. Além disso, pretende-se combinar a portabilidade desses sensores com a comunicação sem fio, através do desenvolvimento de plataformas que permitirá coletar, processar e enviar os dados via wi-fi para um smartphone/laptop, visando a aplicação em campo e em tempo real, através de dispositivos inteligentes, com baixo consumo de energia e robustos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, JOSE LUIZ; BUFFON, EDERVALDO; BELUOMINI, MAISA AZEVEDO; PRADELA-FILHO, LAURO ANTONIO; GOUVEIA ARAUJO, DIELE APARECIDA; SANTOS, ANDRE LUIZ; TAKEUCHI, RGINA MASSAKO; STRADIOTTO, NELSON RAMOS. Non-enzymatic lactose molecularly imprinted sensor based on disposable graphite paper electrode. Analytica Chimica Acta, v. 1143, p. 53-64, JAN 25 2021. Citações Web of Science: 0.
THIAGO M. MARIANO; MAÍSA A. BELUOMINI; NELSON R. STRADIOTTO. Molecularly Imprinted Polypyrrole on Glassy Carbon Electrode Modified with Reduced Graphene Oxide and Gold Nanoparticles for Isoamyl Alcohol Analysis in Fusel Oil. Journal of the Brazilian Chemical Society, v. 32, n. 2, p. 249-259, Fev. 2021.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.