Busca avançada
Ano de início
Entree

A relação entre processos de solfejo e as estruturações da composição

Processo: 18/14790-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Pesquisador responsável:Silvio Ferraz Mello Filho
Beneficiário:Pedro Yugo Sano Mani
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Solfejo

Resumo

Este projeto de Mestrado é uma extensão da Pesquisa de Iniciação Científica "O diálogo entre solfejo e processos composicionais", financiada pela FAPESP em 2017. Nela o "solfejo" foi estudado dentro da composição musical partindo inicialmente dos materiais teóricos de Pierre Schaeffer, Denis Smalley, Rodolfo Caesar e Silvio Ferraz. Somaram-se então as produções teóricas e artísticas de Alexandre Ficagna e Gustavo Penha, compositores que se relacionam intimamente com o tema do "solfejo". Ambos foram entrevistados individualmente e tiveram peças suas analisadas. Ao final da pesquisa, o autor compôs uma peça de câmara, acompanhada de elucidações sobre o emprego dos seus solfejos. O presente projeto visa aprofundar a carga reflexiva acerca do solfejo na composição, agora fazendo um elo entre os níveis estruturais do ato criativo e o uso de solfejos diversos. A base metodológica inicial partirá de: reflexões acerca da escuta e da percepção na atualidade (Caesar, Ferraz, Garcia, Szendy); espectromorfologia e suas aplicações práticas (Blackburn, Smalley, Thoresen); solfejos diversos em processos composicionais (Bonafé, Catanzaro, Ferraz, Ficagna, Penha, Grisey, Lachenmann, Varèse, Xenakis, dentre outros); relação entre suporte de criação e prática criativa (Catanzaro, Delalande, Ficagna, Iazzetta).Em seguida serão estudadas aplicações de solfejos através de obras dos compositores e pesquisadores brasileiros Tatiana Catanzaro, Rodrigo Lima e Paulo Rios Filho. Além das fases acima, faz parte do projeto a composição de uma ou mais peças a serem feitas pelo autor através do emprego das bagagens teórica e artística adquiridas. (AU)