Busca avançada
Ano de início
Entree

Procura por efeitos fundadores e caracterização celular de células de pacientes brasileiros com deficiência em Reparo de DNA xeroderma pigmentosum

Processo: 18/24923-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Carlos Frederico Martins Menck
Beneficiário:Ligia Pereira Castro
Supervisor no Exterior: Alain Rene Sarasin
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Institut Gustave Roussy, França  
Vinculado à bolsa:18/05216-5 - Caracterização genotípica de pacientes Xeroderma Pigmentosum brasileiros e procura por efeitos fundadores, BP.PD
Assunto(s):Reparo do DNA

Resumo

Sabe-se que síndromes genéticas humanas relacionadas a deficiência em reparo de DNA pela via de Reparo por Excisão de Nucleotídeos (NER) exibem fotossensibilidade e problemas neurológicos, como é o caso do Xeroderma pigmentoso (XP). No Brasil, alguns relatos de casos descreveram pacientes com XP, porém dados de caracterização genética e molecular são escassos. No atual projeto de pós-doutorado, identificamos mutações em pacientes brasileiros com XP. Observamos uma alta frequência de pacientes de diferentes estados com a mesma mutação, bem como pacientes com mutações já relatadas no exterior. Com essa proposta pretendemos investigar a origem de três mutações e sua ancestralidade pela análise de haplótipos de um SNP-array que realizamos. Neste período de 3 meses (abril a junho de 2019), estamos propondo uma colaboração para analisar os haplótipos com um grupo da França. Essa conexão nos fornecerá treinamento e as ferramentas para analisar os dados sobre as origens dessas variantes. Esperamos obter conhecimento da história de algumas dessas mutações, identificando os efeitos do fundadores e, conseqüentemente, a história de migração desses pacientes com XP e nossa população. Também propomos realizar a caracterização celular de células de quatro pacientes brasileiros sob a supervisão do Dr. Alain Sarasin e Dra. Patricia Kannouche. Este período de 3 meses na França será o suficiente para que possamos aprender o pipeline de bioinformática a partir da análise do SNP-array, bem como fornecer um excelente fluxo de conhecimento com o grupo do Centro de Estudos do Polimorfismo Humain (CEPH) e Institut Gustave- Roussy (IGR).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.