Busca avançada
Ano de início
Entree

Prétratamentos hidrotérmico, solar e laser e digestão em alta pressão para otimizar a bioconversão do bagaço de cana-de-açúcar e recuperação de químicos de alto valor

Processo: 18/25748-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 21 de março de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Maria Bernadete Amâncio Varesche
Beneficiário:Laís Américo Soares
Supervisor no Exterior: Julius Bernardus Van Lier
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Delft University of Technology (TU Delft), Holanda  
Vinculado à bolsa:17/07194-6 - Análise integrada da degradação de bagaço de cana de açúcar e licor de pentoses em reator anaeróbio de leito fixo compartimentado termofílico, BP.PD
Assunto(s):Tratamento de resíduos sólidos

Resumo

O pré-tratamento de biomassas lignocelulósicas é uma etapa essencial para alterar a estrutura destes substratos e facilitar o acesso a polissacarídeos durante a hidrólise, aumentando com isso a taxa e rendimento de açúcares redutores. Neste estudo novos métodos de pré-tratamento, ainda não empregados em nosso grupo de pesquisa, são propostos, como energia solar concentrada (concentred solar power - CSP) e ablação por laser pulsado (pulsed laser ablation - PLA) em comparação ao convencional pré-tratamento hidrotérmico (HT) em termos de degradação de lignina e solubilização de polissacarídeos. Para tanto, variáveis independentes serão avaliadas visando à otimização dos pré-tratamentos do bagaço de cana-de-açúcar. Utilizando o bagaço pré-tratado nas condições ótimas, serão realizados teste de potencial metanogênico em pressão atmosférica e em elevadas condições de pCO2 para determinar a biodegradabilidade, eficiência, concentração de metano e ácidos orgânicos.