Busca avançada
Ano de início
Entree

Defesas antioxidantes enzimáticas, não-enzimáticas e dano oxidativo lipídico nas glândulas submandibulares de ratos tratados com um fármaco antiobesidade

Processo: 18/21479-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Antonio Hernandes Chaves Neto
Beneficiário:Henrique Arnaldo de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Bioquímica oral   Glândulas salivares   Estresse oxidativo   Antioxidantes

Resumo

O cloridrato de sibutramina (SIBU) é um inibidor seletivo da recaptação de noradrenalina e serotonina com ação anorexígena e termogênica. Os efeitos colaterais mais frequentes são a disgeusia e xerostomia. Nossos estudos demonstraram que a SIBU aumenta o peso relativo e absoluto e os níveis de mucinas das glândulas submandibulares (SM). O desequilíbrio da defesa antioxidante pode ser associado com as disfunções das glândulas salivares. O objetivo deste trabalho será avaliar a defesa antioxidante não-enzimática pelo poder antioxidante de redução férrica total (FRAP), glutationa reduzida (GSH) e ácido úrico (AU), além da defesa enzimática que será avaliada pela atividade da superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT) e glutationa peroxidase (GPx) nas glândulas SM de ratos tratados com SIBU. A análise das substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARs) será utilizada como marcador de danos oxidativos lipídicos. O trabalho foi autorizado pela CEUA Local (Protocolo FOA/UNESP n° 00301-2016). Vinte e quatro ratos Wistar (4 meses/350 - 450 g) serão divididos em três grupos e tratados por 28 dias consecutivos por gavagem intragástrica com 6 e 10 mg/kg de massa corpórea de SIBU, SBU6 e SBU10, respectivamente, e o grupo Controle (CON), que receberá apenas veículo dimetilsulfóxido e solução salina durante o mesmo período. Ao final do tratamento, os animais serão pesados e eutanasiados por exsanguinação sob anestesia geral. As glândulas SM serão removidas e na sequência armazenadas a -80 °C até a sua análise. A normalidade e a homocedasticidade dos dados serão analisadas e os mesmos serão submetidos ao teste paramétrico ou não paramétrico mais adequado. Para todos os testes, será fixado em 5% (p < 0,05) o nível de rejeição da hipótese de nulidade.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)