Busca avançada
Ano de início
Entree

Concentrações e cargas de nitrogênio e fósforo do efluente de viveiros de piscicultura com implantação de ilhas flutuantes artificiais (IFAs)

Processo: 18/20795-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de agosto de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Cacilda Thais Janson Mercante
Beneficiário:Vanderson Natale Dias
Instituição-sede: Instituto de Pesca. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:18/12664-4 - Efluente de aquicultura: adequação à legislação ambiental por meio de implantação de Ilhas Flutuantes Artificiais (IFAs), AP.R
Assunto(s):Limnologia   Qualidade da água   Eutrofização   Efluentes   Eichhornia

Resumo

Atualmente a preocupação com a quantidade e a qualidade das águas tornou-se uma das prioridades mundiais. A aquicultura intensiva afeta a qualidade da água de diversas maneiras entre as quais se destacam o incremento de nutrientes e de matéria orgânica ocasionando decaimento de oxigênio, enriquecimento de nitrogênio (N) e fósforo (P) acelerando o crescimento de algas e plantas e alterando a quantidade e composição dos sedimentos. O manejo inadequado em piscicultura pode acelerar o processo de eutrofização, deteriorando a qualidade da água, principalmente pela administração de altas doses de ração e pela fertilização (orgânica ou inorgânica). Desse modo, a análise de parâmetros físicos, químicos constitui importante ferramenta utilizada no monitoramento de qualidade das águas. A expansão da aquicultura poderá ser limitada pela necessidade de minimizar a degradação ambiental. O efluente gerado pela piscicultura deve ser adequado a legislação ambiental vigente. Neste plano de atividades, que está vinculado ao projeto: "Efluente de aquicultura: adequação à legislação ambiental por meio de implantação de Ilhas Flutuantes Artificiais (IFAs)", pretende-se avaliar a qualidade da água do efluente gerado pela produção de tilápias do Nilo em viveiros escavados a partir das concentrações de fosfato solúvel reativo e fósforo total, amônia e nitrogênio total. As amostragens serão realizadas quinzenalmente durante 6 meses na entrada e saída de 3 viveiros com implantação de Ilhas Flutuantes Artificiais (IFAs) povoadas com Eichhornia crassipes. O Instituto de Pesca possui uma carência no quadro de assistentes técnicos de pesquisa. Assim, a bolsa de treinamento técnico deverá proporcionar o auxílio da execução dos trabalhos relacionados à qualidade da água dos empreendimentos no que dando ênfase aos parâmetros relacionados ao potencial poluidor da atividade.