Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vitro de aditivos zootécnicos sobre a degradabilidade da matéria seca, emissão de metano, produção de gases e concentrações de amônia e ácidos graxos

Processo: 18/24400-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Júlio Cesar de Carvalho Balieiro
Beneficiário:Amanda Heloísa Dicilio de Alcântara
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição animal   Fermentação ruminal   Probióticos   Ruminantes   Ácidos graxos   Amônia   Aspergillus oryzae   Técnicas in vitro

Resumo

A digestibilidade da parede celular é o principal fator limitante do valor nutritivo de forragens. Assim, a utilização de aditivos que possam favorecer a digestibilidade da fibra é de grande importância para ruminantes. O objetivo da presente pesquisa consiste em avaliar os efeitos da inclusão de culturas vivas de Aspergillusoryzae e enzima fibrolítica sobre a produção potencial de gases, produção de metano e digestibilidade da fibra de diferentes fontes de volumosas através de um ensaio de produção de gases e degradabilidade in vitro. Para tanto, serão utilizadas duas fontes volumosas: silagem de milho e silagem de cana-de-açúcar de alta digestibilidade da FDN (ADFDN - IACSP93-3046). Os volumosos serão submetidos aos seguintes tratamentos: doses do fungo A. oryzae (FO - sem adição de AO; F1 - 1g de AO; F3 - 3g de AO e F5 - 5g de AO), doses da enzima fibrolítica (E0 - sem adição de enzima; E8 - 8g de enzima; E16 - 16g de enzima; E24 - 24g de enzima), e a combinação de ambas, totalizando 32 tratamentos. Para efeito de análise laboratorial, todos os tratamentos serão realizados em duplicatas. Serão realizados dois ensaios de cinética fermentativa in vitro: curto (24hrs) e longo (96hrs) para mensuração da produção potencial dos gases, produção de metano, ácidos graxos de cadeia curta, nitrogênio amoniacal e digestibilidade da MS e FDN. O delineamento experimental será em DIC, com arranjo fatorial de tratamentos 4x4x2, com quatro níveis do fator fungo (0, 1, 3 e 5g), quatro níveis do fator enzima (0, 8, 16 e 24g) e dois níveis do fator volumoso (silagem de cana e de milho), totalizando 32 tratamentos. Os dados serão analisados através do software SAS (versão 9.4), pelo procedimento PROC MIXED. Os graus de liberdade e testes serão ajustados usando a opção Kenward-Roger. A significância será declarada a P d 0,05.