Busca avançada
Ano de início
Entree

Gaviões da fiel: etnografia de uma torcida organizada de futebol que samba

Processo: 18/23956-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Pesquisador responsável:Luiz Henrique de Toledo
Beneficiário:Roberto de Alencar Pereira de Souza Junior
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Etnografia   Socialidade   Futebol   Samba   Escolas de samba   Torcidas organizadas

Resumo

O presente projeto de pesquisa visa investigar a socialidade produzida na relação entre futebol e samba no contexto de uma torcida organizada, o Grêmio Recreativo Cultural e Escola de Samba Gaviões da Fiel Torcida, considerada dentro desse modelo de coletivos torcedores aquela que possui o maior contingente de sócios do país. Os Gaviões são pioneiros (BUENO, 2015), dentre as torcidas organizadas na cidade de São Paulo, a seguir também os caminhos do samba em sua forma espetacularizada, ou seja, como escola de samba institucionalizada. Através da observação participante, de perto e de dentro (MAGNANI, 2002), a pesquisa de caráter etnográfico objetiva compreender a dinâmica entre a arquibancada e a avenida, perceber de que maneira se projetam formas de interação que por hipótese poderiam ser definidas como cismogênicas (BATESON, 2008) ao reposicionar o torcer e o universo da sociabilidade do samba numa dinâmica competitiva por status, reconhecimento político e visibilidade da torcida como coletivo. Tal modelo contrasta com outras experiências torcedoras, fazendo do torcer uma continuada experimentação e socialidade de fatura popular no contexto ou nas franjas do futebol profissional.