Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de aptâmeros de DNA contra bactérias patogênicas multidrogas resistentes

Processo: 18/09971-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Silvia Figueiredo Costa
Beneficiário:Marina Farrel Côrtes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças transmissíveis   Klebsiella pneumoniae

Resumo

Infecções bacterianas são uma das principais causas de enfermidades em humanos com altas taxas de mortalidade. A rápida identificação dessas infecções é fundamental, uma vez que podem ser altamente contagiosas e ainda dificilmente tratáveis, como é o caso das infecções relacionadas a assistência à saúde (IRAS). As IRAS apresentam alta morbidade e mortalidade além de altos custos de pacientes internados. A resistência a antimicrobianos é um importante fator que justifica esses altos índices uma vez que o tratamento de infecções causadas por bactérias multirresistentes como Klebsiella e Acinetobacter representa um grande desafio para a saúde pública devido à carência de opções terapêuticas. Neste contexto, o desenvolvimento de metodologias de detecção rápidas, confiáveis e economicamente viáveis, e ainda a necessidade do desenvolvimento de novas alternativas terapêuticas são um desafio. Uma das soluções promissoras para ampliação do conhecimento e potencial alvo terapêutico pode ser o desenvolvimento de aptâmeros de ácidos nucléicos capazes de interagir especificamente com bactérias. Esses aptâmeros podem ser usados para o reconhecimento específico de agentes infecciosos, bem como para o bloqueio de suas funções. Atualmente, a tecnologia SELEX permite a seleção de aptâmeros e é flexível o suficiente para atingir qualquer proteína de interesse particular ou uma célula bacteriana inteira identificando aptâmeros sem seu conhecimento prévio. Existem também várias maneiras de aumentar a estabilidade biológica dos aptâmeros por meio de modificações químicas. Esses dados indicam que, no futuro próximo, a tecnologia baseada em aptâmeros pode se tornar uma alternativa real às abordagens tradicionais para o diagnóstico e terapia de doenças infecciosas.