Busca avançada
Ano de início
Entree

EMS SIMON: sistema de monitoramento de veículos off-road

Processo: 18/24532-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2018
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Eletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicos
Pesquisador responsável:Andre Luiz de Abreu
Beneficiário:Diego David Inacio
Empresa:Mispa Assessoria e Consultoria Empresarial - Eireli
CNAE: Fabricação de aparelhos e equipamentos de medida, teste e controle
Vinculado ao auxílio:17/22681-0 - EMS SIMON - sistema de monitoramento de veículos off-road, AP.PIPE
Assunto(s):Redes de monitoramento   Veículos de passageiros   Sensores inteligentes   Arduino   Tempo-real

Resumo

O SIMON (Sistema de Monitoramento), é um sistema de monitoramento "on-board" para veículos, projetado de forma que o operador condutor possa ter um monitoramento real e preciso dos principais indicadores de funcionamento do veículo, assim como manter um histórico de comportamento e funcionamento para futura análise do usuário. O produto proposto vem para atender uma demanda de mercado que hoje encontra-se órfão de uma solução nacional, precisa, de qualidade, adequada para o nosso território e com uma assistência técnica apropriada.Veículos pré OBD (on-board diagnostic), que na grande maioria são veículos fabricados até o ano de 2010, ano em que foi lançado este sistema, são veículos que não informam em tempo real e com precisão, os indicadores de funcionamento, acarretando muitas das vezes em grandes danos para o veículo e consequentemente trazendo grandes prejuízos para o seu operador condutor. Podemos citar, exemplificando, o sistema de arrefecimento do veículo, que 9 de cada 10 veículos tem um monitoramento básico e ineficiente desse sistema, vindo de fábrica esta configuração, onde o condutor/operador não consegue acompanhar em tempo real o comportamento deste sistema, para antever um incidente, que não sendo diagnosticado a tempo pode gerar um dano no motor principal, sendo necessário a restauração e em alguns casos a troca total do mesmo, podendo custar na ordem de 40% do valor total do veículo. Temos como foco inicial um nicho do mercado que está ligado diretamente aos sentimentos de amor, hobby, pertencimento e tribo, definindo um estilo de vida. São os veículos Land Rover Defender, importada e ou fabricada no Brasil no período de 1983 a 2011, com características específicas, que muitas das vezes são utilizados em situações extremas, onde seus operadores condutores sem expõem em expedições de 1000 KM a 25000 KM, com poucas e em alguns casos nenhum monitoramento em tempo real dos indicadores de funcionamento, o que em muitos casos comprometem todo o planejamento da expedição por grandes danos, agravados pela falta de informações básicas, que poderiam em sua grande maioria um fato de mitigação e até mesmo de eliminação dos danos e prejuízos. Estima-se, pelo Grupo oficial de Land Rover no Brasil, a existência de mais de 10 mil exemplares rodando nas estradas do Brasil, tendo sua maior concentração nas regiões Sul e Sudeste do país. Um protótipo de parte do sistema foi desenvolvido de forma bem sucedida em bancada pela equipe utilizando a plataforma Arduino para prova de conceito. Mesmo sendo um protótipo preliminar, o produto já despertou interesse de compra de diversos clientes, devido à inexistência de similar no país. Porém o protótipo carece de pesquisa e desenvolvimento para a resolução dos seguintes desafios tecnológicos: avaliação e integração dos sensores para medição de todas as variáveis de interesse, testes controlados para garantia de segurança do sistema para o motorista e testes de algoritmos para análise de dados das variáveis coletadas. A resolução destes desafios é o objetivo do presente projeto de pesquisa.