Busca avançada
Ano de início
Entree

Cinética da absorção de nanopartícula de cério pela planta de soja

Processo: 18/26249-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Mestrado
Vigência (Início): 28 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 27 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia
Pesquisador responsável:Hudson Wallace Pereira de Carvalho
Beneficiário:Eduardo Santos Rodrigues
Supervisor no Exterior: Rafael Mattos dos Santos
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Guelph, Canadá  
Vinculado à bolsa:17/16375-4 - Efeitos da aplicação foliar de la e CE em plantas de soja, BP.MS
Assunto(s):Terras raras

Resumo

Cério é o principal elemento terra rara (ETR) usado no contexto agrícola. Neste sentido, estudos apontam que a aplicação de Ce pode aumentar a eficiência da carboxilação e na fotossíntese em mudas de soja após receberem aplicação foliar, adicionalmente amenizam sintomas de plantas sob estresse luminoso do tipo UV-B. Além das formas solúveis dos ETR, há um aumento no interesse nas formas nanoparticuladas. Alguns estudo relatam efeitos benéficos enquanto outros efeitos fitotóxicos. Sabendo que CeO2 apresenta menor liberação de íons Ce do que sua forma solúvel, decidiu-se explorar uma estratégia com baixa liberação de íons para planta de soja. Assim, os objetivos desse projeto são: i) determinar a concentração de Ce na parte aérea das plantas; ii) Fazer um estudo cinético para mensurar a taxa de absorção do Ce; iii) Investigar se o acumulado de Ce se encontra na forma dissolvida ou particulada. Para esse estudo, será usado a técnica de caracterização Single Particle Inductively Coupled Plasma Mass Spectrometry (SP-ICP-MS). Esta técnica usada para estudar as nanopartiuclas permite mensurar a concentração, tamanho das nanopartículas e sua distribuição, além disso, fornece informação da formação de nanopartículas ou dissolução. Esta proposta é uma colaboração com o Professor Assistente Dr. Rafael M. Santos na Engenharia ambiental da Universidade de Guelph.