Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão, purificação e caracterização do fragmento amino terminal do componente transcriptase reversa da telomerase (TERT) de Leishmania spp

Processo: 18/25665-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Maria Isabel Nogueira Cano
Beneficiário:Stephany Cacete de Paiva
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Telomerase   Leishmania mexicana

Resumo

A Leishmaniose é uma doença tropical negligenciada que se apresenta com diferentes formas clínicas e afeta populações carentes da África, Ásia e América Latina, sobretudo o Brasil. Ela é causada por protozoários do gênero Leishmania transmitidos pela picada de insetos. Encontrar alvos terapêuticos para o desenvolvimento de novos fármacos contra a doença é indispensável, uma vez que as terapias disponíveis além de possuírem baixa eficácia e alta toxicidade para o paciente têm custo financeiro elevado e induzem resistência do parasito. A telomerase é a enzima que replica os telômeros, os terminais físicos dos cromossomos de eucariotos, fundamental para a manutenção do ciclo celular e reprodução do parasito nos hospedeiros. A TERT é o componente proteico da telomerase, apresenta na região aminoterminal os domínios TEN e TRBD, importantes na catálise enzimática, e que se associam a telomerase ao DNA telomérico e ao componente RNA. Entender como se dá essa associação pode ser a chave para o desenvolvimento de novas terapias contra o parasito. Este projeto pretende expressar e purificar a fração aminoterminal do componente TERT da telomerase de Leishmania amazonensis, a fim de realizar ensaios de interação proteína-ácidos nucleicos.