Busca avançada
Ano de início
Entree

Tolerância e biodegradação bacteriana do ácido ferúlico e prospecção da enzima ácido ferúlico descarboxilase

Processo: 18/21030-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Eleni Gomes
Beneficiário:Sylvia Patricia de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Biodegradação   Biotransformação   Ácido ferúlico   Biomassa lignocelulósica

Resumo

O processamento da biomassa lignocelulósica para obtenção de açúcares (hexoses ou pentoses) envolve várias etapas, sendo que a separação da lignina por processos químicos resulta na produção de compostos aromáticos como o ácido ferúlico (ácido 4-hidroxi-3-metoxicinâmico) que tem alto valor agregado, assim como seus derivados. Em trabalho prévio realizado pelo grupo do Laboratório de Bioquímica e Microbiologia Aplicada /Ibilce/Unesp foram isoladas bactérias capazes de tolerar compostos fenólicos, biotransformá-los ou usá-los como fonte de carbono. Neste projeto, serão avaliadas algumas dessas bactérias com foco na tolerância ao ácido ferúlico e na sua biotransformação, buscando determinar quais os derivados metabólicos gerados, focando, principalmente, o 4-vinil-guaiacol. Outra proposta, é detectar a atividade da enzima ácido ferúlico descarboxilase que é a enzima chave no processo de biotransformação do ácido ferúlico.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.