Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de nanopartículas magnéticas para imobilização de lipase de candida rugosa visando à aplicação em reações de hidroesterificação

Processo: 18/09904-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química - Processos Industriais de Engenharia Química
Pesquisador responsável:Ariela Veloso de Paula
Beneficiário:Otávio Domingues
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Processos industriais   Nanopartículas magnéticas   Biocatálise   Ligação covalente   Enzimas hidrolíticas   Lipase   Candida

Resumo

Atualmente, a hidroesterificação tem sido estudada como uma via alterativa para síntese de biodiesel. Além disso, o emprego da rota enzimática tem despertado bastante interesse e as enzimas empregadas para catalisar a referida reação são as lipases. Neste contexto, o objetivo do presente projeto é sintetizar nanopartículas magnéticas para a imobilização de lipase de Candida rugosa a fim de empregar o derivado imobilizado em reação de hidroesterificação. Dessa forma, maghemita e magnetita serão sintetizadas para utilização como suporte de imobilização, uma vez que não há pesquisas realizadas para o estudo de suportes magnéticos para a imobilização de enzimas, visando aplicação em reações de hidroesterificação. A lipase será imobilizada em nanopartículas magnéticas por adsorção física e/ou ligação covalente. Em seguida, será efetuada a avaliação do rendimento de imobilização e das atividades hidrolíticas dos derivados imobilizados, possibilitando-se assim a seleção do melhor biocatalisador, que será caracterizado quanto aos valores ótimos de pH e temperatura. Finalmente, o biocatalisador selecionado será empregado em uma reação de hidroesterificação, possibilitando averiguar o potencial desta enzima na síntese de biodiesel. O projeto insere-se no campo de biotecnologia que tem um potencial promissor no mundo inteiro, gerando produtos importantes para indústria de biocombustível. Nesse sentido, sua execução contribuirá para o desenvolvimento de tecnologias nacionais de processos enzimáticos para a síntese de produtos de interesse econômico e social.