Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese e estudos estruturais, morfológicos e fotoluminescentes dos molibdatos de bismuto puro e dopado com íons Eu3+

Processo: 18/09530-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Ieda Lucia Viana Rosa
Beneficiário:Fabio Augusto Pires
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07296-2 - CDMF - Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais, AP.CEPID
Bolsa(s) vinculada(s):20/01438-3 - Investigação das propriedades estruturais, morfológicas e fotoluminescentes de amostras de (Bi2-xEux)MoO6 irradiadas por laser femtossegundos, BE.EP.IC
Assunto(s):Fotoluminescência   Cristais   Molibdato   Propriedades estruturais   Difração por raios X   Microscopia eletrônica de varredura   Espectroscopia Raman   Estudos experimentais

Resumo

O estudo teórico e experimental de cristais inorgânicos é um assunto interdisciplinar que atrai intensa pesquisa e desenvolvimento devido ao valor científico fundamental e aplicado. As matrizes de molibdatos exibem propriedades estruturais, ópticas e fotoluminescentes interessantes. O íon Bi3+ como contra-íon da matriz apresenta carga, raio e esfera de coordenação similares a íons terras-raras trivalentes, além de não apresentar toxicidade a humanos nem ao meio ambiente. Este projeto tem como objetivo investigar as propriedades estruturais, morfológicas e fotoluminescentes dos cristais puros e dopados com íons Eu3+ de Molibdato de Bismuto. Os cristais ortorrômbicos Bi2MoO6:Eu3+ serão preparados pelo método hidrotérmico assistido por micro-ondas. Este procedimento experimental é rápido, simples e eficiente para preparar materiais inorgânicos. A radiação micro-ondas proporciona aquecimento interno homogêneo do material, possibilitando usar temperaturas mais baixas e tempos mais curtos para as sínteses. As amostras serão investigadas por difração de raios X, microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia micro-Raman, espectrofotometria UV-vis e medidas de fotoluminescência. Com base nas considerações acima, esses novos materiais podem apresentar características com potencial uso em fósforos e dispositivos eletro-ópticos.