Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da viscosidade e aplicabilidade de diferentes produtos comercializados para o condicionamento do esmalte e da dentina

Processo: 18/20586-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Maria Angela Pita Sobral Fernandes
Beneficiário:Vitoria Rocha Bico
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Ácido fosfórico   Viscosidade   Condicionamento do esmalte dentário   Microscopia eletrônica de varredura

Resumo

O ácido fosfórico é utilizado na Odontologia desde 1955 quando foi testado pela primeira vez por Michael Buonocore. Com o sucesso da técnica, as restaurações em resina composta apresentaram melhores resultados em relação à adesão gerando menos infiltrações. (BUONOCORE, 1995). Percebendo a falta de informações sobre as propriedades físico-químicas do ácido fosfórico, como a viscosidade adequada para a aplicação clínica, o presente estudo propõe em sua primeira etapa selecionar alguns ácidos comercializados determinando sua viscosidade. Na segunda etapa serão selecionados cinco ácidos de acordo com a viscosidade para analisar sua aplicabilidade. Na terceira etapa, serão analisados por microscopia eletrônica de varredura os cinco ácidos da segunda etapa. Na primeira etapa serão selecionadas 10 diferentes marcas comerciais de ácido fosfórico. Será obtido um "pool" de cada ácido até obter-se 10 ml. A viscosidade dos ácidos será mensurada 3 vezes à temperatura de 24ºC e 37ºC em um Viscosímetro. Outra mensuração será feita após 24h em temperatura ambiente. Na segunda etapa serão selecionados 5 dos 10 ácidos da primeira etapa, sendo dois mais viscosos, dois menos viscosos e um intermediário. Esses ácidos passarão pela avaliação de aplicabilidade clínica. Cirurgiões dentistas em atividade clínica farão sua aplicação em um dente natural a fim de entender como a viscosidade interfere na prática. Na terceira etapa 10 molares naturais humanos doados pelo Biobanco da FOUSP, serão preparados e condicionados com os 5 ácidos da segunda fase para análise em MEV, ilustrando qualitativamente a variância de condicionamento entre os ácidos analisados. Para comparação dos resultados será aplicado o teste ANOVA e Tukey (p>0,05)