Busca avançada
Ano de início
Entree

Seleção de novos candidatos a fármacos em Leishmaniose

Processo: 18/22789-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:André Gustavo Tempone Cardoso
Beneficiário:Marina Ferreira Camussi
Instituição-sede: Instituto Adolfo Lutz (IAL). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças negligenciadas   Leishmaniose visceral   Tratamento farmacológico   Reposicionamento de fármacos   Mitocôndrias

Resumo

A leishmaniose visceral é uma doença negligenciada que afeta principalmente países em desenvolvimento. A quimioterapia disponível para o tratamento das leishmanioses conta com um número reduzido de fármacos, com efeitos adversos severos e progressivo aumento de resistência. O reposicionamento de fármacos, consiste na busca por novos usos de fármacos já aprovados, sendo uma grande oportunidade para introdução de novas terapias por reduzir significativamente o tempo e o custo da pesquisa. Antiarrítmicos são fármacos utilizados no controle e prevenção de arritmias cardíacas e têm demonstrado eficácia tanto in vitro quanto in vivo contra espécies de Leishmania spp. Neste estudo, será realizado uma triagem in vitro de diferentes fármacos antiarrítmicos comerciais em amastigotas intracelulares e promastigotas de Leishmania (L.) infantum. Paralelamente, será realizado um estudo de citotoxicidade em células de mamífero para obtenção do índice de seletividade. O fármaco mais ativo será estudado quanto ao mecanismo de ação, por meio de avaliações da integridade da membrana plasmática, assim como pela avaliação da integridade da mitocôndria. Para isto, serão utilizadas diferentes sondas fluorescentes para avaliação da permeabilidade da membrana plasmática (SytoxGreen), potencial elétrico da membrana plasmática (bisoxonol) e mitocondrial (rodamina 123). Desta forma, o presente estudo visa contribuir com a seleção de novos candidatos a fármacos para futuros ensaios pré-clínicos experimentais na leishmaniose visceral.