Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de moléculas com potencial inseticida presentes no sistema digestório da aranha Nephilingis cruentata e o efeito destas no desenvolvimento de Aedes Aegypti

Processo: 18/23698-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Enzimologia
Pesquisador responsável:Adriana Rios Lopes
Beneficiário:Oscar Bento da Silva Neto
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Inibidores   Inseticidas   Peptídeo hidrolases   Digestão   Aranhas

Resumo

Os insetos ocasionam prejuízos de bilhões de dólares na economia global incluindo as perdas tanto na produção agropecuária quanto na área da saúde, tornando necessário o desenvolvimento de novas estratégias de controle que também garantam a segurança dos recursos naturais. As aranhas são predadores que tem como principais presas os insetos. Estudos de venenos de aranhas identificaram peptídeos e proteínas com ação inseticida seletiva para alguns grupos desses organismos. Entretanto, o uso de estratégias de sequenciamento de alta performance tanto de DNA quanto de proteínas demonstrou que o sistema digestório das aranhas também é fonte rica de novas moléculas com potencial ação inseticida. Além disso, análises bioquímicas da capacidade inibitória do sistema digestório (SD) de aranhas sobre enzimas proteolíticas de insetos do tipo tripsina/quimotripsina demonstraram a alta capacidade de inibição. Frações enriquecidas em atividade inibitória a partir do SD da aranha Nephilingis cruentata foram caracterizadas e aplicadas em ensaios in vivo demonstrando capacidade de afetar a sobrevivência das larvas do mosquito Aedes aegypti. Esta espécie de mosquito é vetor dos agentes etiológicos que causam as patologias conhecidas como dengue, febre amarela, zika e chikungunya, os quais estão associados a epidemias recentes no Brasil. A estratégia mais imediata da redução do quadro epidêmico é o controle populacional dos mosquitos. Portanto, a caracterização das moléculas já identificadas a partir do SD de Nephilengys é de extrema importância. Assim, este projeto tem como objetivo analisar os transcriptomas e proteomas do SD de Nephilingis cruentata bem como sequenciar frações enriquecidas em atividade inibitória, identificar as moléculas responsáveis por esta ação, e consequente a clonagem e expressão heteróloga para realização de testes in vivo em larvas de Aedes aegypti.Os insetos ocasionam prejuízos de bilhões de dólares na economia global incluindo as perdas tanto na produção agropecuária quanto na área da saúde, tornando necessário o desenvolvimento de novas estratégias de controle que também garantam a segurança dos recursos naturais. As aranhas são predadores que tem como principais presas os insetos. Estudos de venenos de aranhas identificaram peptídeos e proteínas com ação inseticida seletiva para alguns grupos desses organismos. Entretanto, o uso de estratégias de sequenciamento de alta performance tanto de DNA quanto de proteínas demonstrou que o sistema digestório das aranhas também é fonte rica de novas moléculas com potencial ação inseticida. Além disso, análises bioquímicas da capacidade inibitória do sistema digestório (SD) de aranhas sobre enzimas proteolíticas de insetos do tipo tripsina/quimotripsina demonstraram a alta capacidade de inibição. Frações enriquecidas em atividade inibitória a partir do SD da aranha Nephilingis cruentata foram caracterizadas e aplicadas em ensaios in vivo demonstrando capacidade de afetar a sobrevivência das larvas do mosquito Aedes aegypti. Esta espécie de mosquito é vetor dos agentes etiológicos que causam as patologias conhecidas como dengue, febre amarela, zika e chikungunya, os quais estão associados a epidemias recentes no Brasil. A estratégia mais imediata da redução do quadro epidêmico é o controle populacional dos mosquitos. Portanto, a caracterização das moléculas já identificadas a partir do SD de Nephilengys é de extrema importância. Assim, este projeto tem como objetivo analisar os transcriptomas e proteomas do SD de Nephilingis cruentata bem como sequenciar frações enriquecidas em atividade inibitória, identificar as moléculas responsáveis por esta ação, e consequente a clonagem e expressão heteróloga para realização de testes in vivo em larvas de Aedes aegypti.