Busca avançada
Ano de início
Entree

Tratamento endodôntico em sessão única x múltiplas sessões na infecção endodôntica secundária: sinais e sintomas; carga microbiana; níveis de endotoxinas e de ácido lipoteicóico e sucesso após 18 meses

Processo: 17/22676-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Endodontia
Pesquisador responsável:Marcia Carneiro Valera Garakis
Beneficiário:Cassia Cestari Toia
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Tomografia computadorizada de feixe cônico   Endotoxinas   Microbiologia   Lesões periapicais

Resumo

Os objetivos deste estudo serão: a) monitorar carga (UFC/mL) e perfil (Checkerboard DNA-DNA hybridization) microbiano; níveis de endotoxinas (EU/mL) e de ácido lipoteicóico (LTA)/mL) em dentes com infecção endodôntica secundária submetidos ao retratamento endodôntico em sessão única (RU) e múltipla sessões (RM); b) relacionar EU/mL, LTA/mL e UFC/mL e perfil microbiano os com sinais e sintomas clínicos e com o volume da lesão periapical (mm³), através do uso de tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC); c) comparar o volume da lesão periapical (mm³) antes e após 18 meses de tratamento nos grupos SU e SM; d) comparar a redução do volume da lesão periapical (mm³) após 18 meses de tratamento com EU/mL, LTA/mL e UFC/mL e perfil microbiano iniciais e antes da obturação; e) comparar a taxa de sucesso encontrado após 18 meses de tratamento entre RU e RM e f) comparar a TCFC e radiografia no diagnóstico e tomada de decisão para a realização do retratamento. Após exame subjetivo e objetivo, seguindo os critérios de inclusão e não inclusão pré-estabelecidos, serão selecionados trinta dentes com a necessidade de retratamento endodôntico. Os pacientes serão submetidos à TCFC. Serão realizadas coletas do conteúdo do canal radicular: após remoção do material obturador (S1), após instrumentação com sistema reciprocante Reciproc® (S2) e após medicação intracanal (MIC) à base de hidróxido de cálcio e solução salina fisiológica (S3). Os conteúdos serão avaliados quanto à atividade antimicrobiana por cultura microbiológica, quanto ao perfil microbiano pelo teste de Checkerboard DNA-DNA hybridization, quanto aos níveis de lipopolissacarídeos (LPS) pelo teste Lisado Amebócito de Limulus e quanto à detecção do ácido lipoteicóico (LTA) pelo ensaio de Elisa. Será realizada a volumetria da destruição óssea periapical através da TCFC utilizando o software Nemotec®. Por fim, será realizado o controle do retratamento endodôntico, para comparar os tratamentos quanto ao processo de reparo da lesão periapical, relacionando o volume das lesões com os achados clínicos, radiográficos e da tomografia inicial. Os dados serão analisados estatísticamente.