Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do ácido biliar TUDCA no metabolismo glicêmico e energético de camundongos com Alzheimer e senis

Processo: 18/20213-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Helena Cristina de Lima Barbosa Sampaio
Beneficiário:Lucas Zangerolamo
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Doença de Alzheimer   Fisiologia endócrina   Resistência à insulina   Metabolismo energético

Resumo

O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa causada pelo acúmulo e depósito extracelular da proteína beta amilóide no hipocampo. Este processo resulta em morte neuronal, levando a deficiência de memória e declínio cognitivo progressivo. O envelhecimento é o principal fator de risco para o desenvolvimento de Alzheimer, sendo o hipocampo severamente afetado nesta condição. Estudos recentes mostram que a resistência à insulina no sistema nervoso, bem como redução na utilização de glicose e deficiências no metabolismo energético são frequentemente encontrados no Alzheimer e em indivíduos idosos. Nesse contexto, o ácido biliar tauroursodesoxicólico (TUDCA) tem sido utilizado em modelos de doenças neurodegenerativas, por apresentar propriedades antiapoptóticas, além de agir em vias metabólicas, modulando a secreção e sinalização de insulina, bem como revertendo o estresse de retículo. No Alzheimer, o tratamento com TUDCA reduz o acúmulo de placas de beta amilóide em camundongos transgênicos APP/PS1, atenuando os danos ocasionados por essa doença, por um mecanismo ainda não totalmente elucidado. Neste trabalho, utilizando camundongos C57BL/6 que receberão injeção intracerebroventricular de estreptozotocina, para indução do Alzheimer, bem como camundongos senis, ambos tratados com 300 mg/Kg de TUDCA intraperitoneal, nosso objetivo é avaliar o papel deste ácido biliar no metabolismo glicêmico e energético desses modelos experimentais, analisando marcadores comportamentais, moleculares e metabólicos característicos da doença. Este projeto trará contribuições acerca do entendimento dos parâmetros metabólicos e moleculares que estão alterados em camundongos com Alzheimer e senis, bem como potencial elucidação das vias de sinalização das quais o ácido biliar TUDCA participa, buscando possíveis métodos preventivos e tratamentos para o Alzheimer e para o comprometimento cognitivo decorrente do envelhecimento.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ZANGEROLAMO, LUCAS; VETTORAZZI, JEAN F.; ROSA, LUCAS R. O.; CARNEIRO, EVERARDO M.; BARBOSA, HELENA C. L. The bile acid TUDCA and neurodegenerative disorders: An overview. Life Sciences, v. 272, MAY 1 2021. Citações Web of Science: 0.
ZANGEROLAMO, LUCAS; VETTORAZZI, JEAN F.; SOLON, CARINA; BRONCZEK, GABRIELA A.; ENGEL, DAIANE F.; KURAUTI, MIRIAN A.; SOARES, GABRIELA M.; RODRIGUES, KARINA S.; VELLOSO, LICIO A.; BOSCHERO, ANTONIO C.; CARNEIRO, EVERARDO M.; BARBOSA, HELENA C. L. The bile acid TUDCA improves glucose metabolism in streptozotocin-induced Alzheimer's disease mice model. Molecular and Cellular Endocrinology, v. 521, FEB 5 2021. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ZANGEROLAMO, Lucas. Papel do ácido biliar TUDCA no metabolismo glicêmico e energético de camundongos modelo experimental da doença de Alzheimer. 2021. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.