Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade alimentar de Tetragonisca angustula em paisagem agrícola e com fragmentos de florestas estacionais semidecíduas

Processo: 18/17663-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Roberta Cornélio Ferreira Nocelli
Beneficiário:Renan Brunelli Radice
Instituição-sede: Centro de Ciências Agrárias (CCA). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Abelhas   Palinologia   Ecossistemas   Pólen   Fragmentação

Resumo

O levantamento de abelhas nativas e de suas interações com comunidades vegetais são de suma importância para planejar estratégias de conservação de ecossistemas nativos. A diminuição destes polinizadores em ecossistemas agrícolas preocupa cada vez mais já que deles depende grande parte da produtividade agrícola. Visando ampliar o entendimento sobre tais interações, este trabalho pretende identificar as fontes florais de pólen utilizadas por Tetragonisca angustula (Latreille) - Apidae, Meliponina - em uma paisagem agrícola do interior do estado de São Paulo, onde predominam monoculturas de cana-de-açúcar e pequenos fragmentos de florestas estacionais semidecíduas. Deseja-se verificar se todas as colônias de T. angustula forrageiam as mesmas fontes de alimento; e a partir da caracterização de seu cardápio, tecer considerações sobre a adequação da paisagem rural em termos da restauração ecológica, visando a manutenção regional de T. angustula. Quinzenalmente, será coletado o pólen de cinco caixas racionais de T. angustula e mensalmente, serão amostradas e identificadas as plantas em floração, nativas e exóticas, a partir do meliponário, por meio de quatro transectos, em um raio de 500 metros. Os dados obtidos representarão as proporções de pólen coletado de cada espécie vegetal em cada estação do ano, que serão analisados em ambiente R para criar redes de interações de T. angustula com as espécies vegetais forrageadas ao longo do ano, que será criada a partir das análises polínicas obtidas e comparações na palinoteca, que será montada com exemplares em floração no entorno da área de coleta das abelhas, será criada uma rede de interações.