Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do sobrenadante de explantes placentários tratados com Vitamina D no estresse oxidativo, inflamação e disponibilidade de óxido nítrico em células endoteliais

Processo: 19/00234-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 06 de maio de 2019
Vigência (Término): 05 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Maria Terezinha Serrão Peraçoli
Beneficiário:Priscila Rezeck Nunes
Supervisor no Exterior: Mattias Carlstrom
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : Karolinska Institutet, Suécia  
Vinculado à bolsa:16/23452-2 - Efeito imunomodulador da vitamina D sobre a ativação de inflamassomas em tecido placentário de gestantes portadoras de pré-eclâmpsia, BP.DR
Assunto(s):Estresse oxidativo   Óxido nítrico   Inflamação

Resumo

A pré-eclâmpsia (PE) é uma síndrome exclusiva da gestação humana que apresenta inicialmente disfunção placentária local e evolui para uma doença identificada por hipertensão e / ou proteinúria. O óxido nítrico (NO) é um mediador biológico com papel importante durante a gestação, representando o principal vasodilatador na placenta. Distúrbios no sistema NO são responsáveis pela disfunção endotelial vascular presente na PE e juntamente com a produção em excesso de espécies reativas de oxigênio (EROs), pode explicar a má perfusão placentária na PE. O objetivo deste estudo é avaliar se as células endoteliais humanas (HUVEC) cultivadas com sobrenadante de explantes placentários de grávidas normotensas (NT) e pré-eclâmpticas com vitamina D apresentam diminuição do estresse oxidativo e aumento da biodisponibilidade do NO. A linhagem de células endoteliais será cultivada até atingir 80% de confluênciae depois incubada por 4 e 24 horas em meio com 20% (v / v) de sobrenadante de explantes placentários cultivados com ou sem peróxido de hidrogênio (H2O2) e vitamina D (VD).As células e o sobrenadante serão utilizados para realizar os ensaios. Ressonância paramagnética eletrônica (EPR) e sistema de cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) serão usados para avaliar o NO e seus metabólitos oxidados, nitrato e nitrito, mas também EROs específicas. A determinação de TBARS (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico) será empregada para avaliar a peroxidação lipídica mediada por EROs, assim como dimetilarginina assimétrica (ADMA). Citocinas incluindo IL-1², IL-18, TNF-±, IL-10 e caspase-1 serão avaliadas pelo ensaio ELISA Multiplex. A análise estatística (ANOVA ou teste t) será realizada empregando testes paramétricos ou não paramétricos, com valor de p <0,05 considerado significativo.