Busca avançada
Ano de início
Entree

Degradação in situ da silagem de planta inteira de soja produzida com ou sem adição de melaço colhida em diferentes estádios fenológicos

Processo: 19/02653-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Francisco Palma Rennó
Beneficiário:Lucas Ghedin Ghizzi
Supervisor no Exterior: Luiz Felipe Ferraretto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Florida, Gainesville (UF), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/23132-8 - Silagem de planta inteira de soja (Glycine max L. Merrill) na alimentação de vacas leiteiras, BP.DR
Assunto(s):Nutrição animal

Resumo

O presente estudo tem por objetivo avaliar o efeito da adição de melaço no momento da ensilagem de planta inteira de soja colhida em diferentes estádios fenológicos sobre a degradabilidade in situ da proteína (PB). A hipótese do experimento é de que a adição do melaço como fonte de carboidratos solúveis pode aumentar a degradação in situ da PB da silagem de soja independentemente do estádio fenológico no momento do corte. Os tratamentos foram definidos em arranjo fatorial 3 × 2, para avaliar tanto o estádio fenológico da planta inteira da soja (R5, R6 e, R7) quanto a adição de melaço em pó ( 0 e 40 g/kg de matéria natural). A planta de soja picada foi ensilada em 60 mini silos experimentais de PVC com 0.5 m de altura e 0.1m de diâmetro equipados com reservatório para reter o efluente produzido. Os silos foram pesados enchidos com 2,4 kg de matéria natural alcançando 650kg/m3 de densidade específica, vedados com lona preta de 200 µm de espessura, pesados novamente e mantidos à temperatura ambiente por 90 dias. A degradação in situ da PB da silagem de soja será realizada no Departamento de Produção Animal da Universidade da Florida, Gainesville, FL, EUA, sobre supervisão do Prof. Dr. Luiz Felipe Ferraretto.