Busca avançada
Ano de início
Entree

Metanálise do transcriptoma total obtido por microarranjos de amostras de endométrio eutópico de pacientes com endometriose, de pacientes com infecção do trato genital inferior por Chlamydia trachomatis e de pacientes aparentemente saudáveis

Processo: 18/19328-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Omero Benedicto Poli Netto
Beneficiário:Aureo Favaretto Junior
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Obstetrícia   Endometriose   Expressão gênica   Transcriptoma   Chlamydia   Chlamydia trachomatis   Meta-análise

Resumo

A endometriose é uma doença de alta prevalência. Atualmente, estima-se que acometa cerca de 10-15% das mulheres em idade reprodutiva. Tem grande variabilidade de apresentação clínica e pode cursar com significativo comprometimento funcional da paciente. Caracteriza-se pela presença de tecido endometrial fora da cavidade uterina, acometendo mais frequentemente os órgãos e estruturas da pelve, preferencialmente os ovários, ligamentos sacrouterinos e peritônio pélvico. Do ponto de vista biológico, a doença ainda é um enigma. A teoria de disseminação ectópica de células endometriais através da menstruação retrógrada é a mais amplamente aceita, mas não explica todas as nuances da doença. Paralelamente, parece conferir um risco aumentado para o desenvolvimento de uma série de doenças crônicas e parece estar relacionada com a ocorrência de infecções do trato genital inferior. Nesse sentido, o desenvolvimento de ferramentas que permitam correlacionar endometriose com outras entidades nosocomiais, tornando assim possível a identificação de fatores causais e de risco, bem como a intervenção e o diagnóstico precoces, são essenciais para se combater uma doença "silenciosa", porém com grandes prejuízos pessoais e econômicos. Por esse motivo, o estudo proposto tem como objetivo, por meio da metanálise de estudos de análise de expressão gênica do endométrio eutópico de pacientes com endometriose, de pacientes com infecção por C. trachomatis e de pacientes saudáveis (por microarranjos), identificar vias de sinalização comuns entre a paciente com endometriose e a paciente com infecção do trato genital inferior e diferenciar os genes expressos nessas duas condições dos expressos na paciente saudável, visando maior entendimento da fisiopatologia da Endometriose e suas possíveis correlações.