Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre o consumo de alimentos ultraprocessados e a prática de snacking no Brasil em 2008-2009

Processo: 18/21929-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Maria Laura da Costa Louzada
Beneficiário:Nicolly Baião Martins
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/14900-9 - Consumo de alimentos ultraprocessados, perfil nutricional da dieta e obesidade em sete países, AP.TEM
Assunto(s):Epidemiologia nutricional   Consumo de alimentos   Alimentos processados   Alimentos industrializados   Dieta   Snacks

Resumo

O presente projeto tem como objetivo avaliar o consumo de alimentos ultraprocessados e sua associação com a prática de snacking ("beliscar") em uma amostra representativa da população brasileira com 10 anos de idade ou mais (n=34.003). Esse estudo é vinculado ao projeto temático "Consumo de Alimentos Ultraprocessados, Perfil Nutricional da Dieta e Obesidade em Sete Países" e as informações serão provenientes de dados sobre o consumo alimentar individual obtidos da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008-2009). Com base na classificação NOVA, os alimentos serão divididos em grupos segundo características de seu processamento industrial: alimentos in natura ou minimamente processados, ingredientes culinários processados, alimentos processados e alimentos ultraprocessados. A contribuição relativa para o consumo total de energia dos diferentes alimentos de acordo com os quatro grupos e subgrupos selecionados será descrita ao longo do dia. Também será realizada uma análise da associação entre o consumo de alimentos ultraprocessados com a repetição do hábito de snacking durante o dia.