Busca avançada
Ano de início
Entree

Correlação estrutura -propriedades de novos modelos de mini-implantes obtidos por torneamento e manufatura aditiva - propriedades mecânicas

Processo: 18/04894-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Andréa Cândido dos Reis
Beneficiário:Thaisa Theodoro de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Implantes dentários   Mini-implantes   Impressão tridimensional

Resumo

A implantodontia promoveu grande avanço na reabilitação de pacientes edêntulos, com grande reabsorção óssea alveolar e baixa retenção e estabilidade nos casos de próteses totais convencionais. Os mini-implantes são uma opção para pacientes com rebordos alveolares estreitos, permitindo maior simplicidade dos procedimentos cirúrgicos, minimizando necessidade de retalhos e enxertos, menor morbidade pós-operatória e custo reduzido. A associação de mini-implantes e novas tecnologias como a manufatura aditiva ou impressão 3D, pode colaborar para avanços no tratamento odontológico permitindo a confecção de futuros implantes personalizados, com redução do tempo de reabilitação e preservação de tecidos. O objetivo do presente trabalho é avaliar a correlação estrutura-propriedades de novos modelos de mini-implantes obtidos por torneamento e manufatura aditiva, através de: análise morfológica por microscopia eletrônica de varredura (MEV), composição química via Espectroscopia por Energia Dispersiva de Raios X (EDS), quantificação da estabilidade primária dos mini-implantes através de torque de inserção e ensaio de arrancamento, análise da distribuição de tensões através de fotoelasticidade e correlação de imagens digitais e comparação das propriedades mecânicas dos mini-implantes fabricados por manufatura aditiva com os confeccionados por torneamento e implantes comerciais. Para a análise estatística será verificada a distribuição e homogeneidade dos dados, e em seguida serão aplicados testes paramétricos, não-paramétricos e análise descritiva, a depender da distribuição, com nível de significância de 5% (± = 0,05).