Busca avançada
Ano de início
Entree

Reações inflamatórias induzidas por fitas de silicone e PTFE (estudo em coelhos)

Processo: 17/25330-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2018
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Fausto Viterbo de Oliveira Neto
Beneficiário:Túlio Magno de Melo Caldonazo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia plástica   Expressão facial   Resposta inflamatória   Transplante autólogo   Silicone   Coelhos

Resumo

Na atualidade uma série de pessoas estão sujeitas a casos de deformidades na face, sendo elas portadoras de deformidades adquiridas como processos infecciosos, cirurgias, radioterapias e acidentes traumáticos; ou portadoras de deformidades congênitas. Grande parte dessas lesões geram deformidades em tecidos cutâneos e esqueléticos. Para tratar dessas situações, utilizam-se enxertos de tecido autólogo (como adiposo e ósseo) ou de materiais aloplásticos (como silicone e acrílico). Os enxertos de tecido gorduroso possuem como ponto positivo o fato de serem autólogos e não desencadearem reação inflamatória, porém exigem anestesia local na área doadora e receptora, possuem absorção em quantidade imprevisível; além de, na maior parte das vezes, necessitar de outros procedimentos subsequentes. Enquanto que os materiais aloplásticos, por exemplo, silicone, politetrafluoroetileno (PTFE) e o acrílico, possuem pontos positivos bastante relevantes como: não precisar abordar área doadora, diminuição do tempo de procedimento já que não necessita de retirada, estar em quantidade ilimitada e a possibilidade de ser adaptado durante a sua fabricação para cada paciente. Nesse contexto, o cirurgião fica dividido entre os implantes autólogos e alopláticos. O objetivo do trabalho é justamente avaliar a resposta inflamatória decorrente do uso de fitas de silicone e fitas de PTFE em Coelhos a fim de compreender mais sobre esses materiais.