Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de VO2 máximo, limiar anaeróbio e nível de dor antes e depois de um programa de exercícios associados aos efeitos da fotobiomodulação em mulheres com osteoartrite de joelho

Processo: 18/15155-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Ana Claudia Muniz Renno
Beneficiário:Yu Pin Wen
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Assunto(s):Exercício físico   Treinamento aeróbio   Limiar anaeróbio   Osteoartrite do joelho   Terapia a laser de baixa intensidade

Resumo

O aparecimento de doenças crônicos degenerativas está intimamente ligado ao processo de envelhecimento. Dentre estas doenças, podemos destacar a osteoartrite (OA). A OA é uma doença articular degenerativa que tem grande variação nos sinais e sintomas dentre os quais podemos citar rigidez, desconforto e dor. Diante isso, estudos mostram que pacientes com OA apresentam capacidades aeróbias prejudicadas. As recomendações para os tratamentos consistem primeiramente em tratamentos não farmacológicos como os exercícios aeróbios. Além disso, recursos como fotobiomodulação (FBM) potencializariam os resultados em pacientes com OA de joelho. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar o antes e o depois do tratamento com exercícios aeróbios associados ou não a FBM no VO2 máximo, curva de limiar anaeróbio e nível de dor, bem como a rigidez e mobilidade de mulheres com OA de joelho grau II e III em comparações intra e intergrupos. Serão avaliados 34 participantes do sexo feminino entre 55 e 70 anos de idade que apresentam OA de joelho grau II e III, randomizados em 2 grupos: 1) Grupo Exercício e FBM Placebo (GEFP, n = 17) tratamento através de protocolo de exercício aeróbio associado à FBM placebo; 2) Grupo Exercício e FBM Ativa (GEFA, n = 17) tratamento através de protocolo de exercício aeróbio associado à FBM ativa. O programa de exercício aeróbio será realizado 2 vezes por semana com duração de 40 minutos por um período de 8 semanas. Cada sessão constitui em: fase de aquecimento, fase de estímulo, fase de resfriamento e fase de alongamento dos principais grupos musculares dos membros inferiores e superiores. A FMB do tipo cluster será aplicada com parâmetros laser infravermelho (850nm), emissão em modo contínuo, potência óptica de saída de 100mW, 4J por ponto (sete pontos na face medial e sete pontos na face lateral do joelho), totalizando 56J no joelho com maior queixa álgica e funcional. Para avaliação inicial e reavaliação serão aplicados um teste de exercício cardiopulmonar (TECP) e a escala de Borg para a análise da aptidão cardiorrespiratória e taxa de esforço percebido, respectivamente. Além disso, serão aplicados questionários como o Knee Injury and Osteoarthritis Outcome Score (KOOS), Escala Visual Analógica de Dor (EVA) para a análise da dor, rigidez e mobilidade. Para a análise dos dados, a normalidade em termos de distribuição da amostra será averiguada para a escolha de testes estatísticos apropriados.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)