Busca avançada
Ano de início
Entree

As bíblias ilustradas de família dos EUA e o surgimento da cultura visual protestante brasileira

Processo: 18/18803-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Teologia - História da Teologia
Pesquisador responsável:Helmut Renders
Beneficiário:Lidia Kameyo Ueda
Instituição-sede: Diretoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Instituto Metodista de Ensino Superior (IMS). São Bernardo do Campo , SP, Brasil
Assunto(s):Cultura visual   Evangélicos   Protestantismo   Comportamento ritualístico   Recuperação de imagens   Bíblia   Análise de conteúdo

Resumo

A cultura visual é um dos campos privilegiados para análise de estruturas e historicidade de práticas religiosas. O projeto proposto é uma ramificação do projeto "Cultura visual evangélica: o surgimento" de Helmut Renders (FAPESP: Processo 2015.13737-7 Projeto regular / Projeto 64/2015 CONSUN/Umesp) e tem como enfoque a cultura visual presente nas Bíblias Ilustradas de Família (Pictorial Family Bibles), criada nos EUA por volta de 1846 e trazidas para o Brasil pelo protestantismo da missão. Desde o fim do século 19, houve dentro do protestantismo uma renovada consciência em relação à força performativa da cultura visual religiosa, que o levou a explorar a sua dimensão pedagógica e ritualista, por meio da ampla difusão de imagens religiosas em bíblias, revistas eclesiásticas e xilogravuras com conteúdo religioso para seu uso público e privado nos lares da sua membresia, em escolas dominicais, cultos, e na propagação das suas convicções religiosas. Dentro deste campo amplo, a pesquisa desta iniciação científica se limitará à: (1) fazer o levantamento do conteúdo imagético, por meio do levantamento fotográfico das imagens de uma Bíblia da Família Ilustrada, do acervo da UMESP; (2) investigar e levantar as funções e relevâncias destas imagens, analisando o seu conteúdo, a sua origem e o possível propósito entre os protestantes da missão; (3) interpretação dos seus estilos, dos temas, dos seus conteúdos, entre outros. O objetivo geral dessa pesquisa é contribuir em âmbito acadêmico para o conhecimento e abordagem da importância da cultura visual evangélica presente desde a chegada do protestantismo da missão no Brasil; como objetivos específicos: (1) conhecer as características do conteúdo imagético presente em uma Bíblia Ilustrada de Família, considerando a sua provável contribuição para o desenvolvimento de um imaginário religioso protestante específico; (2) fazer estudos específicos a respeito das imagens encontradas, utilizando o método de Erwin Panofsky, de leitura pré-iconográfica, iconográfica e iconológica. Devido o desconhecimento do assunto e a falta de estudos científicos sobre a existência de uma cultura visual evangélica, entende-se a necessidade e a relevância na abordagem desta temática. (AU)