Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação mecânica in vitro por carga de compressão da haste intramedular bloqueada biplanar

Processo: 18/22293-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Bruno Watanabe Minto
Beneficiário:Jordana da Costa Nóbrega
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Ortopedia   Cirurgia   Fixação interna de fraturas   Cães   Fenômenos biomecânicos   Técnicas in vitro

Resumo

As fraturas em ossos longos representam uma importante parcela de casos de rotina do médico veterinário. O tratamento consiste basicamente de abordagens conservativas ou cirúrgicas, as quais visam a restauração do tecido e recuperação dos pacientes. Diversos implantes ortopédicos são utilizados na medicina veterinária. A Haste Intramedular bloqueada representa excelente opção, todavia, falhas dos implantes foram relatadas, decorrentes de folga presente na interface da haste com os parafusos. O presente estudo tem como objetivo desenvolver e avaliar um modelo de haste com bloqueio roscado, com um orifício em ângulo de 90 graus em relação aos demais, além de comparar com os modelos multiplanares sem bloqueio e multiplanares bloqueados. A amostra será constituída de 21 corpos de prova sintéticos confeccionados em ácido polilático (PLA). O estudo será dividido em três grupos: haste padrão sem bloqueio nos orifícios (Grupo I), haste de ângulo estável com furos dispostos em único plano (Grupo II), haste de ângulo estável multiplanar (com o penúltimo furo em 90 graus dos demais), (Grupo III). Todos os grupos serão submetidos à (ensaios) biomecânicos de compressão. Espera-se que as hastes com bloqueio mostrem maior resistência ao ensaio cíclico e, também nos testes destrutivos, quando comparadas ao modelo convencional, além das hastes multiplanares mostrarem resistência superior às hastes monoplanares.