Busca avançada
Ano de início
Entree

Micoses subcutâneas e micoses sistêmicas em dermatologia: avaliação clínica e epidemiológica

Processo: 18/22840-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Cinara de Cássia Brandão de Mattos
Beneficiário:Bárbara Bombonato
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Dermatologia   Micoses   Esporotricose   Criptococose   Histoplasmose   Paracoccidioidomicose   Cromoblastomicose

Resumo

Parte significativa da população mundial está sujeita a infecções por fungos causadores de micoses subcutâneas e sistêmicas, especialmente os que habitam em áreas tropicais, jovens que trabalham em contato com a natureza ou imunodeprimidos. As pesquisas nessas áreas são escassas. O Brasil desponta-se como um dos países mais atingidos por essas doenças por suas características geográficas, econômicas e de saúde pública. Objetivamos conhecer aspectos epidemiológicos e clínicos dos pacientes atendidos no Hospital de Base da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto portadores de esporotricose, criptococose, paracoccidioidomicose, histoplasmose e cromoblastomicose. Buscamos conhecer melhor os fatores de risco que predispõe nossa população a essas infecções, a efetividade das hipóteses clínicas, custo-efetividade dos métodos diagnósticos, a eficácia dos tratamentos empregados, os desfechos clínicos caso a caso e abrir caminhos a linhas de pesquisa específicas nesse tema.