Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de cereja-do-rio grande (Eugenia involucrata DC.) e grumixama (Eugenia brasiliensis LAM.), frutos nativos da Mata Atlântica, quanto a compostos voláteis e precursores

Processo: 18/21986-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 31 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Eduardo Purgatto
Beneficiário:Florença Maria Borges
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/12606-3 - Frutas da Mata Atlântica potencialmente funcionais: caracterização, multiplicação de plantas e conservação pós-colheita, AP.TEM
Assunto(s):Fisiologia pós-colheita   Compostos voláteis   Amadurecimento

Resumo

Mesmo reduzida e muito fragmentada, o vasto bioma da Mata Atlântica ainda abriga milhares de espécies de plantas. Como destaque, tem-se as espécies frutíferas, aos quais podem ser atribuídas um importante valor para a segurança alimentar, nutricional e sociocultural. O aumento do consumo dessas frutas vem sendo potencializado devido ao grande valor nutritivo e terapêutico que apresentam. Apesar disto, tais recursos são subvalorizados, e a carência de conhecimento acerca dos usos, características, conservação in natura e processamento, colocam em risco a exploração do potencial comercial e de consumo. A cereja-do-rio grande (Eugenia involucrata DC.) e a grumixama (Eugenia brasiliensis Lam.), embora pouco estudadas, são bem conhecidas e apreciadas pela população local, apresentando grande potencial funcional e sensorial a serem explorados. Uma das características determinantes para o sucesso e aceitação destes frutos pelo consumidor, são os atributos de qualidade sensorial. As propriedades aromáticas dos frutos dependem da potencia individual dos voláteis e a concentração de cada um, bem como a combinação com outros compostos. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo identificar metabólitos voláteis que confiram características sensoriais desejáveis aos frutos da Mata Atlântica (cereja-do-rio grande e grumixama) para o consumidor. Tendo em vista que o presente projeto faz parte de um Projeto Temático financiado pela FAPESP (Processo 2014/12606-3), espera-se contribuir de forma efetiva no desenvolvimento das diversas áreas da produção destes frutos. Uma vez que, conhecer o aroma e a composição destes, fornecerá um conjunto de dados que são subsídios para outros pesquisadores trabalharem em suas diversas áreas em busca das características necessárias para o sucesso da comercialização.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.