Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de genes diferencialmente expressos associados à tolerância ao frio em seringueira (Hevea brasiliensis)

Processo: 18/23831-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Anete Pereira de Souza
Beneficiário:Ramir Bavaresco Junior
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia computacional   Análise de sequência de RNA   Expressão gênica diferencial   Estresse abiótico   Seringueira   Borracha natural

Resumo

A seringueira, tem grande importância econômica por ser a maior fonte de borracha natural do mundo. A borracha natural é matéria-prima para fabricação de mais de 50.000 produtos, tendo papel fundamental na indústria de pneus. O látex apresenta propriedades físico-químicas únicas e não pode ser integralmente substituído pela borracha sintética. Apesar de a seringueira ser uma espécie nativa da floresta Amazônica, cujas condições edafoclimáticas são ótimas para seu crescimento e produção, nesta região também ocorre o fungo Microcyclus ulei, causador do SALB (South American leaf blight) ou mal-das-folhas, principal doença que acomete a heveicultura no Brasil. Desta forma, as plantações de seringueira se expandiram para regiões de escape, que apresentam condições de estresse abióticos, como frio e seca, que limitam seu crescimento e a produção de látex. Os programas melhoramento genético em seringueira vem buscando genótipos não apenas resistentes ao fungo M. ulei, mas também tolerantes a condições de estresse abiótico impostas pelas regiões de escape. O ciclo completo do melhoramento genético de seringueira leva de 20 a 30 anos para obtenção e recomendação de um novo genótipo. O emprego de técnicas de biologia molecular associado às ferramentas de bioinformática podem auxiliar os programas de melhoramento reduzindo áreas experimentais e tempo para obtenção de novas variedades. O sequenciamento de RNA mensageiro (RNA-Seq) por sequenciadores de nova geração (NGS) se tornou uma ferramenta muito importante na busca de genes responsáveis por caracteres agronômicos de interesse. Deste modo, o presente projeto tem por objetivo compreender os genes diferencialmente expressos e redes de co-expressão diferencial em genótipos que apresentam estratégias distintas para a característica de tolerância ao frio, bem como investigar a família de proteínas de choque térmico. (AU)