Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do estado de equilíbrio e estrutura de coacervados formados por copolímeros-em-bloco e polímeros de carga oposta

Processo: 18/25041-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Físico-química
Pesquisador responsável:Watson Loh
Beneficiário:Julia Bonesso Sabadini
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/25406-5 - Organizando a matéria: colóides formados por associação de surfactantes, polímeros e nanopartículas, AP.TEM
Assunto(s):Polieletrólitos

Resumo

A literatura descreve um grande número de estudos sobre sistemas complexos formados pela interação de espécies com cargas elétricas opostas em solução, denominadas coacervados. Estas estruturas podem ser formadas pela combinação de dois polieletrólitos com diferentes cargas, ou polieletrólitos e surfactantes iónicos, bem como entre copolímeros em bloco consistindo em partes hidrofílicas e iónicas com espécies carregadas com cargas opostas. No entanto, ainda não está claro em quais condições essas estruturas representam sistemas de equilíbrio. Em outras palavras, situações em que morfologia, tamanho de fase, composição, etc., das estruturas não são mais dependentes do procedimento de preparação. Este é o ponto central que será investigado neste projeto. Para isso, coacervados consistindo de copolímeros contendo um bloco neutro hidrofílico e outro aniônico, como poliacrilamida-b-poli (ácido acrílico), (PAmx-b-PAy) e poli (óxido de etileno) -b-poli(ácido acrílico), (PEOx-b-PAy ), serão neutralizados por poliânions tais como PDADMAC, poli (cloreto de dialildimetilamônio) e PEI, poli(etileno imina), de diferentes massas molares. Os sistemas serão preparados em diferentes concentrações dos componentes. Espera-se que fases ordenada ou líquido-cristalina, possam ser obtidas através da preparação de formulações em uma ampla faixa de concentrações. Para atingir esses objetivos, as seguintes técnicas de caracterização serão utilizadas: inspeção visual do número de fases, medidas de espalhamento de luz (DLS e SLS), espalhamento de raios X em baixo ângulo (SAXS), difusão e depleção de picos de deutério em experimentos de RMN e microscopia eletrônica (incluindo criogênica, crio-TEM).