Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo das junções NaTaO3/Fe2TiO5 e NaTaO3/WO3 para a formação de sistemas tandem para a produção de hidrogênio a partir da água e luz solar

Processo: 18/25705-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Renato Vitalino Gonçalves
Beneficiário:Gustavo Andrade Silva Alves
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/18716-3 - Fotossíntese artificial: desenvolvimento de sistemas Tandem para a produção de hidrogênio combustível a partir da água e luz solar, AP.JP
Assunto(s):Semicondutores   Heterojunção   Fotocatálise   Fotossíntese artificial

Resumo

A busca por fontes de energia sustentáveis que causam o mínimo impacto ao meio ambiente ganhou muita atenção nas duas últimas décadas. A produção de hidrogênio combustível a partir da água e luz solar (via reação da fotossíntese artificial) tem ganhado muita atenção nos últimos anos e tem sido considerada uma das principais estratégias para produzir combustível. A reação da fotossíntese artificial recebeu um novo impulso com o advento da nanotecnologia graças aos avanços nas técnicas de caracterização e nas metodologias de preparação de nanomateriais. Nanojunções entre múltiplos absorvedores de fótons é considerada uma estratégia promissora para tornar a fotossíntese artificial uma reação em escala industrial para a produção de H2 a partir da água e luz solar. O objetivo desse plano de mestrado é o desenvolvimento de nanojunções de NaTaO3/Fe2TiO5 e NaTaO3/WO3 para formar sistemas Tandem para a geração de H2 e O2 a partir da água e luz solar pela fotossíntese artificial em um sistema em suspensão. As propriedades eletrônicas e estruturais das junções serão investigadas utilizando as técnicas de espectroscopia de absorção de raios X (XAS), espectroscopia de fotoelétrons de raios X (XPS) e espectroscopia de impedância eletroquímica para elucidar o mecanismo de transferência de cargas na interface das junções. Além disso, um estudo detalhado sobre a atividade fotocatalítica das junções na reação da fotossíntese artificial em um sistema em suspensão será realizado.