Busca avançada
Ano de início
Entree

Biossensores label-free baseados em capacitância eletroquímica para o diagnóstico de doenças

Processo: 18/26273-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Bueno
Beneficiário:Beatriz Lucas Garrote
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/24839-0 - Eletrônica e eletroquímica em escala nanométrica: fundamentos e aplicações, AP.TEM
Assunto(s):Sensores   Técnicas biossensoriais   Diagnóstico   Infecções por Flavivirus   Biomarcadores   Peptídeos

Resumo

A pesquisa em Biomedicina está direcionando seus esforços para conseguir desenvolver dispositivos analíticos rápidos, simples e point-of-care para o diagnóstico de doenças, com o objetivo de reduzir o custo e os tempos de análises dos atuais métodos de diagnóstico. Os biossensores eletroquímicos e label-free baseados em capacitância redox cumprem com essas caraterísticas e tem sido amplamente provada a sua capacidade em biossensoramento a baixas concentrações. O objetivo desse projeto é aplicar essa tecnologia sensível e confiável para a detecção de infecções causadas por Flavivirus, que tem se tornado uma ameaça para a saúde em muitos países, como no Brasil. O diagnóstico será realizado pela detecção dos biomarcadores NS1 e EDIII. Além disso, será analisado se é ou não uma infecção recorrente pela quantificação de IgG e IgM; e Doença do Alzheimer, o tipo mais comum de demência. Neste último caso, o diagnóstico será realizado pela detecção de biomarcadores no sangue, como o peptídeo ²-amilóide 42 (A²42) e o peptídeo ²-amilóide 40 (A²40). (AU)