Busca avançada
Ano de início
Entree

O papel da especiação de selênio no antagonismo de selênio e metais tóxicos em cogumelos enriquecidos com selênio

Processo: 19/00663-6
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 10 de julho de 2019
Vigência (Término): 09 de julho de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Analítica
Pesquisador responsável:Juliana Naozuka
Beneficiário:Aline Pereira de Oliveira
Supervisor no Exterior: Julio A Landero Figueroa
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Cincinnati, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:17/05009-7 - Avaliação do antagonismo entre selênio e elementos tóxicos em cogumelos: enriquecimento e remediação, BP.DR
Assunto(s):Especiação química

Resumo

O consumo de cogumelos comestíveis é atualmente um recuso nutricional pouco utilizado, que tem potencial para aumentar a qualidade nutricional de grandes populações a custo marginal. Devido à possível presença de selênio (Se) em sua composição e sendo bioacumuladores de metais e metalóides, os cogumelos têm sido objeto de estudos voltados ao enriquecimento com Se para consumo humano. Os cogumelos também são de interesse em pesquisas envolvendo a biorremediação, devido à alta capacidade de acumular elementos tóxicos presentes no substrato de cultivo. Adicionalmente, o Se pode remediar a contaminação de cogumelos com metais pesados, promovendo uma diminuição na absorção ou eliminação de elementos tóxicos, tais como Hg e Cd. Estas observações são promissoras no que diz respeito a utilização dos cogumelos como um alimento interessante e útil para ser adicionado a uma dieta saudável. Entretanto, nos aspectos moleculares e metabólicos relacionados ao antagonismo entre diferentes espécies de Se com metais tóxicos, assim como as espécies formadas após o enriquecimento ou remediação, são necessários conhecimentos especialmente sobre a especiação química elementar antes que o consumo humano seja seguramente recomendado. Portanto, este projeto tem como objetivo realizar estudos de especiação química de Se para avaliar o metabolismo e as biotransformações de diferentes espécies de Se em shimeji branco (Pleurotus ostreatus) e cogumelo salmão (Pleurotus djamor). Essa caracterização do metabolismo do Se ajudará a entender a relação sinérgica entre o Se e elementos tóxicos e o papel protetor do Se contra a toxicidade do cádmio (Cd), mercúrio (Hg) e chumbo (Pb). Para isso, cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas com plasma indutivamente acoplado (LC-ICP-MS) como métodos de separação e detecção será desenvolvido, validado e implementado. Para esta extração múltipla, serão desenvolvidos e/ou adaptados métodos para identificação de espécies de Se, tais como como seleno-aminoácidos e espécies inorgânicas de Se. O teor total de Se e as diferentes formas químicas do Se serão monitorados como forma de avaliar a eficácia do enriquecimento de Se dos cogumelos comestíveis com Se(IV) e Se(VI) adicionado ao meio de cultivo do ponto de vista nutricional e a bioconversão de espécies de Se no efeito protetor contra elementos tóxicos para fins de biorremediação ambiental.