Busca avançada
Ano de início
Entree

Bovinos 4.0

Processo: 19/03035-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2019
Vigência (Término): 31 de outubro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Produção Animal
Pesquisador responsável:Wigberto Antonio Spagnol
Beneficiário:Wigberto Antonio Spagnol
Empresa:Pleiades Sistemas de Comunicações Ótico-Digitais Ltda. - ME
CNAE: Criação de bovinos
Fabricação de equipamentos transmissores de comunicação
Instalação de máquinas e equipamentos industriais
Vinculado ao auxílio:18/01127-8 - Bovinos 4.0, AP.PIPE
Assunto(s):Bovinos leiteiros   Pecuária leiteira   Cadeia produtiva   Sensores   Tomada de decisão   Sistemas de produção   Internet   Computação em nuvem

Resumo

Atualmente a atividade Pecuária possui bastante representatividade na Economia brasileira. A carne bovina brasileira ocupa o segundo lugar em produção e exportação mundialmente. Mas a exportação tem muito margem para crescimento se houver melhorias no desempenho e na qualidade da carne para atingir os padrões do mercado externo. Já a Pecuária de leite no Brasil caminha a passos lentos, com baixa demanda para exportação, baixos preços pagos ao produtor, e importações de lácteos que veem ocorrendo nos últimos anos. A atividade leiteira necessita melhorar sua produtividade para ganhar o mercado interno no país e ser atrativo às indústrias beneficiadoras, assim como, iniciar a redução da importação de produtos lácteos. Para melhorar e aumentar a produtividade há recursos tecnológicos que atualmente vem sendo estudados e desenvolvidos como, por exemplo, sensores (inclusive biossensores) específicos e sistemas integrados para auxiliarem na melhora de índices zootécnicos e ajudar o produtor em tomadas de decisões estratégicas dentro do sistema de produção. Os avanços na pesquisa de Engenharia de bio-materiais, aliados aos custos decrescentes das tecnologias eletrônicas, tem proporcionado a implementação cada vez maior de "soluções de detecção" e tecnologias de computação inteligentes que incluem conectividade baseada na internet e na nuvem. Esta tecnologia se viável, poderá consistir numa ferramenta promissora para maior controle e facilidade do manejo de bovinos, resultando em incremento da produtividade e consequentemente uma maior rentabilidade. (AU)