Busca avançada
Ano de início
Entree

Design e síntese de um novo peptídeo para indução de crescimento em cultura de tomate Micro-Tom (MT)

Processo: 18/25609-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2019
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Eduardo Festozo Vicente
Beneficiário:Guilherme Henrique Teixeira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Engenharia. Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Tupã. Tupã , SP, Brasil
Assunto(s):Bioquímica vegetal   Hormônios vegetais   Crescimento vegetal   Tomate   Solanum lycopersicum   Auxinas   Peptídeos   Casa de vegetação

Resumo

O crescimento e desenvolvimento das plantas é regulado por fitormônios ou hormônios vegetais, os quais são substâncias orgânicas que desempenham um papel importante na regulação do crescimento celular e maturação do vegetal. Dentre estes, o fitormônio que mais influência na regulação do crescimento é a auxina. Assim, este projeto propõe o design e a síntese de um novo peptídeo contendo aminoácidos que, baseado em suas estruturas químicas, seriam precursores diretos da auxina, fitormônio que desencadeia o desenvolvimento e crescimento foliar. O trabalho visa entender alguns parâmetros importantes como a viabilidade do novo peptídeo delineado na aplicação em vegetais, quais seriam os seus efeitos decorrentes desta aplicação, qual seria a dose ideal para aplicação foliar ou radicular deste peptídeo e de qual forma ele seria melhor absorvido (radicular ou pelos estômatos) pela cultura do tomate Micro-Tom (MT). O experimento será conduzido em casa de vegetação na Área Experimental da Faculdade de Ciências e Engenharia, Campus de Tupã (FCE/UNESP). Serão mensuradas variáveis biométricas e bioquímicas para avaliar a indução de crescimento do vegetal causada pelo peptídeo em questão.