Busca avançada
Ano de início
Entree

Obtenção de porta enxerto transgênico: possibilidade de aumento de níveis de resistência da copa a fitopatógenos através da translocação de moléculas difusíveis

Processo: 19/01447-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2019
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Alessandra Alves de Souza
Beneficiário:Natália de Sousa Teixeira e Silva
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/10957-0 - Interação Xylella fastidiosa-inseto vetor-planta hospedeira e abordagens para o controle da clorose variegada dos citros e cancro cítrico, AP.TEM
Assunto(s):Biologia molecular

Resumo

A possibilidade de alterar o comportamento bacteriano através do uso e moléculas que atuam na sinalização entre bactérias representa um potencial bastante interessante para o uso contra algumas doenças. Recentemente, foi demonstrado que plantas transformadas com o gene rpfF de X. fastidiosa, responsável pelo sinal regulatório DSF, foram mais resistentes a CVC e ao Cancro cítrico e que o comportamento das bactérias X. fastidiosa e X. citri foi alterado após inoculação nessas plantas. Uma vez que as plantas transgênicas apresentaram resultados satisfatórios, a próxima etapa seria averiguar a possibilidade de translocação das moléculas de DSF de porta enxertos transgênicos para copas não transgênicas a fim de avaliar o grau de tolerância que a presença dessas moléculas seria capaz de conferir. Esse modelo de planta híbrida - apenas com o porta enxerto transgênico - possibilitaria o obtenção de frutos não transgênicos mais tolerantes a doenças.